Máscaras deixam de ser obrigatórias para alunos em algumas escolas primárias da França

·1 minuto de leitura
Sala de aula em escola francesa em Cherbourg-en-Contentin

PARIS (Reuters) - A partir de 4 de outubro, alunos não precisarão mais usar máscaras de proteção nas escolas primárias francesas em áreas com baixa taxa de infecção de Covid-19, de acordo com um decreto do governo divulgado nesta quinta-feira.

Paris e os subúrbios próximos não estão entre os 47 departamentos metropolitanos, ou distritos administrativos, onde o uso obrigatório de máscaras nas escolas primárias terminará, de acordo com o Ministério da Saúde.

A mudança segue uma melhora na situação da Covid-19 na França, conforme o governo acelerou sua campanha de vacinação.

As áreas onde as máscaras deixarão de ser obrigatórias nas escolas primárias devem ter menos de 50 casos de Covid-19 por 100.000 habitantes por cinco dias consecutivos.

O porta-voz do governo Gabriel Attal disse na quarta-feira que a França estava planejando prorrogar o estado de emergência até o próximo verão para lidar com a epidemia.

(Reportagem de Matthieu Protard)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos