Máscaras passam a ser obrigatórias em Los Angeles

·1 minuto de leitura
A ordem do uso obrigatório de máscaras veio no momento em que outras restrições foram flexibilizadas na maior cidade da Califórnia
A ordem do uso obrigatório de máscaras veio no momento em que outras restrições foram flexibilizadas na maior cidade da Califórnia

O prefeito de Los Angeles ordenou o uso obrigatório de máscaras fora de casa, enquanto a cidade procura conter o coronavírus e reabrir gradualmente.

A ordem veio no momento em que outras restrições foram flexibilizadas na maior cidade da Califórnia, permitindo que mais pessoas voltem ao trabalho e se exercitem ao ar livre, e a reabertura de mais serviços não essenciais.

Usar máscaras faciais "sempre que estivermos fora de casa irá criar uma camada significativa de proteção para as pessoas com as quais podemos ter contato, e isso faz sentido nesta fase da nossa resposta à crise," afirmou Eric Garcetti na quarta-feira.

As únicas exceções são crianças menores de dois anos e pessoas com certas dificuldades.

Até o momento, o uso de máscaras em Los Angeles era necessário apenas em lojas, transporte público e certos locais públicos.

Cobrir o rosto é obrigatório na cidade vizinha de Beverly Hills e também no Condado de Riverside há várias semanas, mas essas leis não foram rigorosamente aplicadas.

Los Angeles reduziu outras restrições, permitindo que todas as empresas ofereçam vendas para entrega, desde que tenham acesso direto à rua.

Parques e diversas praias, incluindo Venice Beach, foram reabertos para atividades físicas, como caminhada, corrida e surfe, mas não para banhos de sol ou piqueniques.

O condado de Los Angeles é o epicentro do coronavírus na Califórnia, com mais de 34.000 casos confirmados e cerca de 1.660 mortes.