Máxima corte venezuelana nega ter 'dissolvido' o Parlamento

O Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela negou neste sábado ter dissolvido o Parlamento, após modificar uma sentença com a qual havia assumido as funções do Legislativo. A oposição afirma que, mesmo após a alteração, o "golpe de Estado" continua e quer destituir da Assembleia os juízes do TSJ.