Mãe de Britney Spears pede que filha possa contratar o seu próprio advogado

·1 minuto de leitura

A mãe de Britney Spears, Lynne Spears, entrou com documentos judiciais nesta quarta-feira, solicitando permissão para a estrela pop contratar seu próprio advogado em meio à batalha pela tutela.

Lynne, que nunca teve um papel formal no que chamou de "tutela única" de Britney, mas é considerada uma "parte interessada", pediu em uma petição obtida pela Page Six que o tribunal "ouvisse os desejos de sua filha", que incluem permitir a cantora que “contratasse seu próprio advogado” pela primeira vez em mais de 13 anos.

Britney, 39, já havia sido representada por Samuel D. Ingham III, a quem um juiz nomeou como seu advogado em fevereiro de 2008, logo após seu colapso público.

Ingham pediu para renunciar ao caso na papelada apresentada na terça-feira. Loeb & Loeb LLP, o escritório de advocacia que recentemente foi contratado para auxiliá-lo, também pediu para renunciar, deixando Britney sem advogado.

Lynne, 66, chamou o depoimento de Britney no tribunal de 23 de junho de "uma demonstração muito corajosa" no processo de quarta-feira e elogiou sua filha por "desnudar seu coração ao tribunal em um apelo apaixonado para ser ouvida em vários pedidos."

Ela também disse que Britney é "capaz de cuidar" de si mesma e tem sido capaz de fazer isso "nos últimos anos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos