Mãe de Henry é levada para hospital na Zona Oeste do Rio para fazer tomografia

Paolla Serra
·1 minuto de leitura

RIO - Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos, deu entrada na noite desta terça-feira, dia 20, no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Na tarde de segunda-feira, dia 19, ela foi diagnosticada com Covid-19 após fazer um exame de PCR no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, onde estava presa desde 8 de abril. Segundo a Secretaria municipal de Saúde, Monique foi levada para o hospital para fazer uma tomografia.

Após receber o diagnóstico de Monique foi transferida para Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. A professora e o namorado, o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (sem partido), são acusados de ter matado Henry.

Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde de Monique. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), por 14 dias, a professora será tratada em uma cela de isolamento da unidade médica.