Mãe de Nego do Borel será ouvida em delegacia nesta terça-feira sobre desaparecimento do cantor

·1 minuto de leitura

RIO — A delegada Ellen Souto, titular da Delegacia de Descobertas Paradeiros (DDPA), vai ouvir na tarde desta terça-feira Roseli Viana Pereira, mãe do cantor Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel. A delegada quer ouvir de Roseli o que aconteceu para que o funkeiro deixasse a residência e desaparecesse na tarde dessa segunda-feira. Os agentes da especializada já estão fazendo buscas em possíveis locais em que o cantor possa estar.

O assessor do cantor, Anderson Faria, também foi intimado a prestar depoimento na DDPA. Ele recebeu as últimas mensagens do funkeiro instantes antes do desaparecimento.

— Vou ouvi-la mais tarde. O procedimento, que foi aberto pela 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), chegou hoje aqui na delegacia — disse a delegada.

— Diligências estão acontecendo neste momento. Eu tenho que ouvir a mãe e outras pessoas para entender o que aconteceu. Precisamos ouvi-la — completou.

A mãe do cantor fez um registro de desaparecimento do filho na 42ª DP, na noite desta segunda-feira, dia 4. Em depoimento na distrital, Roseli Viana Pereira informou que, pela manhã, o artista, chorando, disse que sairia de casa. Depois, ele ligou para um assessor agradecendo por tudo, “como se tivesse se despedindo”.

Nesta manhã, a assessoria do artista disse que “ainda não há notícia oficial do paradeiro do cantor Nego do Borel”, e que “assim que tivermos mandaremos um comunicado oficial”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos