Mãe que abandonou brasileira, do 'Big Brother' Itália, surge em programa e causa polêmica

Extra
·1 minuto de leitura

Dayane Mello, a brasileira participante do "Grande Fratello Vip", o "Big Brother" da Itália, se safou do paredão. Mas o alívio durou pouco, já que a modelo foi indicada novamente para a berlinda. E pensa que acabou o carrossel de emoções no programa da última segunda-feira, dia 11? Que nada. A catarinense viu, ao vivo, um vídeo enviado por sua mãe biológica, Ivone dos Santos, que tinha a abandonado na infância.

No trecho exibido pela emissora italiana, a mãe de Dayane fala das dificuldades financeiras que teve e desmente as histórias contadas de que era uma prostituta.

"Eu fiquei grávida aos 18 anos, do meu primeiro filho, e pouco tempo depois eu tive Dayane. Eu passei por muitas dificuldades, mas eu nunca fui uma prostituta. O pai de Dayane a pegou de mim quando ela tinha sete anos e nunca me ajudou. Eu sofri muito por você, Dayane, mas eu peço para que você siga sua vida e me deixe viver minha vida. Eu te amo, mas não diga essas coisas mais", disse Ivone, no vídeo traduzido para o italiano.

Na atração, Dayane disse que a última vez que viu sua mãe tinha 13 anos e as únicas informações que tinha sobre ela, foi o que lhe foi contado. Na casa, a modelo disse que a mãe era uma prostituta e que o pai lhe resgatou de uma situação de abandono, pois ela se lembrava de ser uma criança que andava toda suja.

Fora da casa, Juliano, irmão de Dayane, resolveu se pronunciar sobre o vídeo e teceu críticas à mãe.