Médico e filha morrem de Covid em intervalo de horas no interior de SP

·1 minuto de leitura

RIO — O ginecologista e obstetra Pedro Arno Coelho Barbosa, de 74 anos, e sua filha Karime Coelho Barbosa, de 45, morreram vítimas da Covid-19 num intervalo de horas em Piracicaba, no interior de São Paulo. De acordo com a Santa Casa, Karime morreu na noite da ultima segunda-feira e o pai, na madrugada de terça. Os dois estavam internados havia mais de duas semanas.

Pedro foi cremado na terça-feira. Já o enterro de Karime ocorreu na quarta-feira, no Cemitério da Saudade. Numa rede social, um afilhado do médico lamentou as mortes: "Que Deus os receba de braços abertos". Outra parente agradeceu as mensagens de pêsames recebidas.

Pedro Arno era casado e deixa um filho e uma neta. Karime também era casada. O médico recebeu uma homenagem feita por colegas de trabalho no Centro Clínico Mário Ronsini.

Nesta quarta-feira, o Brasil notificou 1.595 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Isto eleva para 528.611 o total de vidas perdidas para o coronavírus. A média móvel foi de 1.481 óbitos, uma redução de 21% em comparação com o cálculo de duas semanas atrás. Foi a primeira vez que o índice ficou abaixo de 1.500 desde 7 de março, quando registrou 1.497. A média móvel está em tendência de queda há 11 dias.

Os dados são do consórcio formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo e reúne informações das secretarias estaduais de Saúde divulgadas diariamente até as 20h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos