Médico do Flamengo se defende após encontro com Bolsonaro: 'Estou servindo à população'

Chefe do Departamento Médico do Flamengo, Dr. Márcio Tannure, se defendeu das críticas após encontrar o Presidente da República, Jair Bolsonaro, na última quarta-feira. Em uma live realizada no Instagram nesta quarta-feira, ele afirmou que o encontro não teve pretenções políticas e visava melhorias para o esporte.

- Eu, como médico, com a posição que tenho, situações institucionais onde brigo pelo esporte, pela saúde, independentemente de quem seja, de quem esteja lá, é uma das minhas obrigações e as pessoas confundem isso. Para mim é uma honra, independentemnte, de quem seja, eu ser convidado por um presidente para que eu possa apresentar estratégias que a gente vem fazendo, de melhorias para a volta do esporte com segurança. Eu tenho que me sentir orgulhoso disso. Independetemente de quem seja. Estou trabalhando pelo esporte - afirmou o Dr. Tannure, antes de seguir:

- Eu não estou fazendo política. Estou servindo à população, ao esporte. Qualquer outro presidente que lá estivesse e me convidasse eu iria. Isso é uma situação apolitica. Estou brigando pelo esporte, pelo retorno, pela saúde, pela manutenção da saúde. Infelizmente muitas pessoas confudem isso. O mundo hoje está dessa maneira. Politizado e polarizado. Se não tivesse, talvez já tivéssemos saído dessa situação, infelizmente. Temos que nos unir para sair dessa - completou.