Médico de Trump nega boatos sobre dor no peito do presidente

(Arquivo) Trump, 73 anos, passou cerca de uma hora no sábado no Walter Reed National Military Medical Center de Washington realizando "revisões e exames de laboratório", segundo Conley

O médico de Donald Trump afirmou, nesta segunda-feira, que a saúde do presidente dos Estados Unidos está bem, após uma revisão "planejada e de rotina", rejeitando os boatos de que o presidente sofreu uma dor no peito.

"Apesar dos boatos, o presidente não sentiu qualquer dor no peito, e também não foi avaliado ou tratado de qualquer problema urgente", garantiu o doutor Sean Conley em comunicado divulgado pela Casa Branca.

"Especificamente, ele não foi submetido a qualquer avaliação cardíaca ou neurológica especializada", afirmou Conley.

Trump, 73 anos, passou cerca de uma hora no sábado no Walter Reed National Military Medical Center de Washington realizando "revisões e exames de laboratório", segundo Conley.

Versões circularam em Washington de que o checkup não estava planejado e foi motivado por dores no peito do presidente.