Médicos russos combatem disparada de Covid-19 em cidade-sede da Euro 2020

·1 minuto de leitura
Profissional de saúde em trajes de proteção ao lado de ambulâncias estacionadas do lado de fora de hospital em São Petersburgo, na Rússia

Por Dmitry Vasilyev

SÃO PETESBURGO, Rússia (Reuters) - Médicos que enfrentam números recordes de mortes de Covid-19 na cidade russa de São Petersburgo estão acompanhando preocupados a chegada de torcedores de futebol para a próxima partida da Euro 2020 a ser disputada em um de seus estádios.

A segunda maior cidade da Rússia, que relatou mais de 100 óbitos por dia nesta semana, sedia a partida de quartas de final entre Espanha e Suíça na sexta-feira – é o sétimo jogo do torneio na metrópole.

Algumas restrições pandêmicas foram impostas, incluindo um limite de 50% na capacidade dos estádios e a exigência de uso de máscaras para os torcedores. Os restaurantes precisam ficar fechados entre 2h e 6h, e há limites ao número de pessoas que podem comparecer a eventos públicos.

Mas os casos de coronavírus ainda estão crescendo rápido, parte de uma onda que se estende pelo país e que as autoridades atribuem à variante Delta altamente contagiosa e a uma adesão baixa à vacinação.

Na zona vermelha de Covid-19 de um hospital da cidade, profissionais de saúde disseram estar cientes dos riscos.

"Como médico, é claro que sou contra a realização de qualquer evento de massa", disse Alexei Dmitriev, vestido com equipamento de proteção completo no hospital Mariinskaya.

"É claro que esperamos uma disparada de pacientes depois que tais evento de massa são realizados."

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta quinta-feira que a mistura de plateias em cidades-sede da Euro 2020, as viagens e o relaxamento de restrições sociais elevaram em 10% o número de casos novos na Europa.

(Reportagem adicional de John Miller)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos