Mísseis russos atingem Kiev na véspera de Ano Novo e deixam ao menos um morto

Ataque de mísseis russo em Kiev

KIEV (Reuters) - A Rússia realizou neste sábado sua segunda grande rodada de ataques com mísseis contra a Ucrânia em três dias, disseram autoridades ucranianas, com explosões relatadas em todo o país na véspera de Ano Novo.

O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, disse que pelo menos uma pessoa morreu e oito ficaram feridas após uma série de explosões na capital. Correspondentes da Reuters relataram ter ouvido 10 explosões na cidade.

O prefeito disse que um dos feridos pelas explosões era um jornalista japonês que foi levado ao hospital.

Um hotel ao sul do centro da cidade de Kiev foi atingido e um prédio residencial em outro distrito foi danificado, de acordo com a administração da cidade.

O governador da região vizinha de Kiev, Oleksiy Kuleba, alertou pouco antes sobre um possível ataque com mísseis e disse que as defesas aéreas da região estavam atacando alvos.

Outras cidades da Ucrânia também foram atacadas. Na região sul de Mykolaiv, o governador local Vitaliy Kim disse na televisão que seis pessoas ficaram feridas.

(Por Dan Peleschuk, Pavel Polityuk e Olena Harmash; Escrito por Max Hunder)