Monica Lewinsky: Do estigma da 'estagiária do presidente' à luta pelo fim do linchamento virtual

Andréa Martinelli
Uma foto rara divulgada pela Casa Branca mostra Monica Lewinsky ao lado do presidente Bill Clinton, em setembro de 1998.

Quando eu tinha 22 anos, me apaixonei pelo meu chefe. Aos 24, tive de lidar com as consequências devastadoras.

Foi assim o início da fala de Monica Lewinsky em seu TED Talk de 2015. A ex-estagiária da Casa Branca se tornou a inimiga número um dos Estados Unidos quando seu caso com o ex-presidente Bill Clinton veio a público em 17 de janeiro de 1998, há exatos 20 anos. O democrata chegou a ser alvo de um processo de impeachment por causa do escândalo, mas se manteve ileso e conseguiu terminar o mandato com alta popularidade. Enquanto Lewinsky foi igualmente exposta, colocada sob o estigma de "a estagiária que transou com o presidente" e pagou o "preço da vergonha", expressão que virou título de sua palestra.




Ela explica as consequências devastadoras: "Do dia para a noite, eu fui transformada de uma figura completamente privada para alguém publicamente humilhada em escala mundial", afirma no TED que já teve mais de 5 milhões de visualizações. À época da palestra, com 41 anos, ela veio a público e descreveu o impacto definitivo que a internet teve em sua própria história. Para ela, além do noticiário corriqueiro, "este escândalo chegou a vocês por causa da revolução digital" ainda nos anos 90.


Ex-presidente Bill Clinton em foto ao lado de Moniva Lewinsky, na Casa Branca. Abaixo, escritos que indicam que a foto foi dada de presente a ela no seu aniversário.

Em 1998 as redes sociais não existiam. No entanto, as primeiras notícias do envolvimento entre o presidente e a estagiária foram divulgadas online. "Eu fui rotulada e vivi uma história em que tudo era construído com base em pouca realidade e muita ficção", disse Monica em discurso no Festival Cannes Lions, também em 2015. "E houve, como nunca antes, uma corrida para o julgamento, nas seções de comentários dos sites de notícias que já existiam à época e nos e-mails que circulavam sobre mim."


O escândalo sexual

As notícias que levaram ao seu linchamento público entraram para a história dos Estados Unidos. Em 17 de janeiro de 1998, Lewinsky, que tinha 23 anos à época, acordou conhecida por todo o país. Os...

Continue a ler no Huffpost