Músicas distribuídas pela empresa sul-coreana Kakao M são removidas do Spotify

Louise Queiroga
·1 minuto de leitura

A chegada do Spotify à Coreia do Sul no início desde mês acabou resultando na concorrência direta entre a plataforma sueca e os serviços de streaming sul-coreanos. Como consequência, músicas distribuídas pela empresa Kakao M — detentora do MelOn, um dos líderes do mercado local — foram removidas do aplicativo em todo mundo a partir desta segunda-feira, dia 1º (horário de Seul). A medida gerou revolta entre fãs internacionais, principalmente no Ocidente. A discografia de grupos de grande sucesso, a exemplo de Mamamoo, Loona e Seventeen, foram removidas do aplicativo.

De acordo com a imprensa sul-coreana, desde que o Spotify foi lançado no país, o serviço já não disponibilizava o catálogo de canções distribuídas pela Kakao M, o que surpreendeu usuários potenciais da plataforma. Ambas empresas envolvidas ainda não se pronunciaram sobre a questão.

Diante do problema, fãs de K-pop levaram os nomes das plataformas aos assuntos mais comentados do Twitter Brasil neste domingo, dia 28.

Confira alguns dos atos musicias afetados: