Músico Daniel Johnston morre aos 58 anos

O cantor Daniel Johnston numa apresentação na cidade francesa de Bourges

O músico folk Daniel Johnston morreu nesta quarta-feira aos 58 anos por causas naturais, informou a família.

Johnston, que foi diagnosticado com esquizofrenia e transtorno bipolar, era um cantor, compositor e artista visual que teve composições interpretadas por astros da música como o grupo Pearl Jam e cantores como Tom Waits e Beck.

O artista, que vivia de forma reclusa e introspectiva, passou os últimos meses entrando e saindo do hospital por problemas relacionados aos rins, disse à AFP o irmão e empresário do músico Dick Johnston.

Mas a morte foi "inesperada", disse o empresário, "ontem ele estava bem de espírito, seus tornozelos estavam inchados, mas ele parecia e se sentia muito bem".

Conhecido por um estilo lo-fi, compunha músicas que abordavam o amor não correspondido baseado no pop clássico com inspiração nos ingleses Beatles.

Sua carreira ganhou destaque quando o líder do Nirvana, Kurt Cobain, apareceu na MTV vestindo uma camisa de Johnston, o que gerou um grande interesse em relação a seu trabalho.