Depósito de armas pertencente a dissidentes das Farc é confiscado na Colômbia

Bogotá, 3 mai (EFE).- As Forças Militares da Colômbia informaram nesta quarta-feira que confiscaram um depósito de armamento pertencente a dissidentes das Farc no departamento de Meta (centro), que seria usado para atentar contra a população da zona.

O depósito, que foi localizado no município de Vista Formosa (Meta), continha 16 fuzis de diferentes denominações, 39 granadas, um lança-granadas e acessórios para fuzil, indicaram as Forças Militares em um comunicado.

Presume-se que o armamento achado no depósito seria utilizado pela guerrilha Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia (FARC) para campanhas de recrutamento ilícito a fim de executar delitos como sequestro e extorsão, bem como atentar contra os habitantes da zona, acrescentou a informação.

Segundo a inteligência militar, tais campanhas delitivas estariam a cargo de Miguel Botache Santillana, conhecido como "Gentil Duarte", que foi expulso das Farc.

As armas e explosivos apreendidos foram destruídos de maneira controlada, concluiu o comunicado.

O Governo colombiano e as Farc assinaram um acordo de paz em 24 de novembro para acabar com 52 anos de conflito.

No entanto, alguns guerrilheiros foram expulsos do grupo armado por não assumir as diretrizes da hierarquia das Farc, pelo que formaram alianças com bandas criminais para proteger suas rotas de narcotráfico. EFE