Macri vai à Justiça por suspeita de espionagem

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O ex-presidente argentino Mauricio Macri esteve nesta quinta-feira em um tribunal argentino para responder a uma suspeita de espionagem de familiares dos 44 tripulantes mortos no naufrágio de um submarino militar em 2017, durante seu governo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos