Macron anunciará medidas para o setor automotivo na próxima terça (fonte do governo)

(Arquivo) O presidente francês, Emmanuel Macron

O presidente da França, Emmanuel Macron, fará "anúncios importantes" na próxima terça-feira, como parte de um plano de apoio ao setor automobilístico, gravemente atingido pela crise do coronavírus, de acordo com as informações que uma fonte próxima a ele contou à AFP neste sábado (23).

Segundo a fonte, o plano tratará de vários pontos, como a "soberania industrial" e a "transição para veículos mais limpos", além de "proteger a competitividade do setor".

"Será o presidente quem divulgará o plano para o setor", acrescentou, ressaltando o "desafio industrial, do emprego e da indústria em direção à transição e conversão para veículos limpos" previsto pelo programa.

Em abril, o mercado automotivo na França registrou queda de 88,8% frente ao ano anterior, algo negativo para um setor que diretamente emprega 400.000 pessoas e indiretamente outras 900.000 junto ao setor de serviços.

Em comparação com o mesmo mês do último ano, a nível europeu, as vendas de carros novos caíram 76,3% em abril. Isso ocorreu após a suspensão das atividades que tiveram que fechar devido à nova pandemia de coronavírus.

Na última quinta-feira, o ministro da Economia, Bruno Le Maire, disse ao jornal Le Figaro que Macron anunciaria "um plano de apoio" para o setor automobilístico na próxima semana e que seria voltado para a tecnologia verde, mas pediu que a produção voltasse a ocorrer na França.

De acordo com o jornal Le Parisien, o plano que Macron apresentará incluirá o recebimento de um valor prêmio após a compra de um veículo híbrido, além do aumento nesse mesmo valor para a compra de carros elétricos e veículos novos, interrompendo em troca o uso dos antigos carros a diesel, que são poluentes.