Macron denuncia a 'hipocrisia' de países africanos por não reconhecerem a agressão russa na Ucrânia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Emmanuel Macron denunciou, nesta terça-feira (26), a "hipocrisia" presente "em particular no continente africano" de não reconhecer claramente "uma agressão unilateral" da Rússia contra a Ucrânia, como fez a União Europeia (UE).

"A primeira decisão dos europeus foi não participar de nenhuma maneira nesta guerra, mas defini-la e qualificá-la, algo em que muitas vezes vejo hipocrisia, particularmente no continente africano (...) de não saber qualificar uma guerra" iniciada pela Rússia, afirmou o presidente francês em coletiva de imprensa conjunta com seu homólogo camaronês, Paul Biya.

"Existem pressões diplomáticas, não sou tão ingenuo", acrescentou Macron, ao destacar que a UE fez "tudo o que foi possível para parar a guerra" com sanções e isolamento diplomático contra a Rússia.

"E é aí que precisamos deles, porque se não, esse esquema (de invasão de um país) será reproduzido indefinidamente", explicou.

O presidente francês busca, em sua primeira visita a Camarões, relançar as relações políticas e econômicas entre os dois países.

"Não é a ordem internacional que desejamos. Queremos que se baseie na cooperação e no respeito pela soberania de cada um", afirmou sobre a situação na Ucrânia.

Macron declarou também que a França é "o país mais comprometido na segurança dos Estados africanos", mas em "um quadro claro, a pedido de Estados soberanos e para combater o terrorismo".

A viagem de Macron pela África, que também inclui visitas a Benin e Guiné Bissau, permitirá que o presidente reafirme seu "compromisso com a renovação das relações da França com o continente africano" no início de seu segundo mandato, explicou o Eliseu.

A França também acompanhou com preocupação o surgimento de outras potências, como Turquia, Rússia e China, que buscam se firmar em uma área que ainda considera parte de sua esfera de influência.

jri-ib/lp/cl/grp/eg/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos