Macron diz a Truss que Reino Unido e França sempre serão aliados

Presidente francês, Emmanuel Macron, em Paris

ARGEL (Reuters) - O Reino Unido e o povo britânico sempre serão aliados da França, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, nesta sexta-feira, após a candidata favorita para ser a próxima primeira-ministra britânica afirmar que ela ainda precisa decidir se ele é amigo ou inimigo.

Falando durante uma visita à Argélia, Macron disse que o Reino Unido é "uma nação amiga, independentemente de seus líderes, às vezes apesar de seus líderes".

A ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss, favorita para substituir Boris Johnson como primeira-ministra em uma disputa pela liderança do Partido Conservador que vai até 5 de setembro, disse na quinta-feira que não estava decidida sobre o assunto.

Questionada durante um evento com o candidato rival Rishi Sunak se Macron era amigo ou inimigo, Truss respondeu: "O júri decidirá", com alguns aplausos da plateia de membros do partido.

As relações entre Londres e Paris se deterioraram desde que o Reino Unido, governado pelos conservadores, deixou a União Europeia em 2020, com disputas surgindo sobre imigração e comércio pós-Brexit no Mar da Irlanda.

Macron disse não duvidar do lugar do Reino Unido como aliado da França "por um único segundo", acrescentando: "Se a França e o Reino Unido não podem dizer se são amigos ou inimigos...então teremos sérios problemas".

Truss também acrescentou que, caso se torne primeira-ministra, julgará Macron "por atos, não por palavras".

Questionado sobre os comentários, Johnson disse que as relações entre o Reino Unido e a França são de grande importância. "Sempre tive relações muito boas com Emmanuel Macron", declarou ele, acrescentando que o presidente francês é um "excelente amigo".