Macron promete plantar "140 milhões de árvores" e Le Pen quer governar a França "como uma mãe"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A oito dias do segundo turno da eleição presidencial francesa, os dois candidatos multiplicaram os esforços neste sábado (16) para conquistar os indecisos. O presidente Emmanuel Macron exaltou sua futura política ambiental durante um comício em Marselha, no sul da França. Já Marine Le Pen visitou uma pequena cidade do interior, onde conversou com cidadãos sobre seu projeto de proibir o véu islâmico e prometeu governar a França "como uma mãe de família".

Uma das primeiras promessas feitas por Macron durante o comício em Marselha foi a escolha de um primeiro-ministro "diretamente encarregado da planificação ecológica". A ideia já havia sido evocada no passado por Jean-Luc Mélenchon, candidato do partido da esquerda radical França Insubmissa, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno, no último domingo (10), com 21,95% dos votos.

"A política que realizarei nos próximos cinco anos será ecológica ou não será", martelou o chefe de Estado nesta que é segunda cidade mais populosa da França, onde Mélenchon obteve a maioria dos votos (31,12%). Na corrida pela preferência do eleitorado progressista, Macron prometeu que a nova arquitetura de seu governo contará também com dois ministros encarregados a lutar contra as mudanças climáticas: um focado na "transição energética" e outro na "planificação ecológica territorial".

Defesa dos "mais vulneráveis"

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
"Viemos dizer não à extrema direita": milhares de franceses protestam contra Marine Le Pen
Macron reforça liderança na corrida presidencial; Marine Le Pen endurece discurso antissistema
Eleição francesa: Le Pen e Macron investem no corpo a corpo nos últimos dias de campanha

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos