Macron quer reconstruir Notre-Dame 'em cinco anos'

Emmanuel Macron em 12 de abril de 2019 em Paris

O presidente francês, Emmanuel Macron, assegurou nesta terça-feira (16), em um discurso transmitido pela televisão, que a catedral de Notre-Dame será reconstruída "em cinco anos" e "ainda mais bela", após o devastador incêndio da véspera.

"Reconstruiremos a catedral ainda mais bela, e quero que esteja acabado em cinco anos", prometeu o chefe de Estado do Palácio do Eliseu.

Macron disse que voltará a tratar das questões políticas "nos próximos dias, para que possamos agir". Ele deveria ter feito, na véspera, um pronunciamento sobre as medidas para enfrentar a crise dos "coletes amarelos", mas que foi anulada devido ao incêndio.

"Amanhã, a política e seus tumultos voltarão a se impor, mas ainda não é o momento", completou.

Durante seu discurso, Macron agradeceu aos bombeiros, policiais e pessoal de saúde, chamando-os de "heroicos". Também insistiu na unidade do país, depois da tragédia: "vimos esta capacidade para nos mobilizarmos e de nos unirmos para vencer".

"O incêndio de Notre-Dame nos lembra de que nossa história não para nunca e que sempre teremos provas para superar", continuou.