Madureira recebe passeio guiado grátis em ônibus elétrico, sem emissão de gases nocivos ao ambiente

·1 min de leitura

RIO — Berço da cultura suburbana, Madureira também quer ser vitrine de sustentabilidade no país. Na sexta-feira, Dia Nacional da Cultura, um ônibus elétrico colorido com capacidade para 40 começou a circular pelos principais pontos do bairro. O modelo não tem emissão de gases nocivos ao ambiente e não provoca poluição sonora. A partir do dia 13, qualquer morador ou turista poderá usufruir gratuitamente do serviço, que faz um passeio guiado pelo bairro. A ideia é que, futuramente, toda a frota de ônibus municipais do Rio seja sustentável. O transporte rodoviário municipal é responsável por 30% da emissão de gases poluentes no Rio, segundo a secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio.

Alunos da Escola Municipal Ministro Edgard Romero, de Madureira, fizeram o passeio-teste, de 20 minutos. O roteiro, que começa a ser feito oficialmente esta semana, rodará por 10km em uma hora, passando por: Palácio 450; Feira das Yabás; quadras da Portela e do Império Serrno; Viaduto Prefeito Negrão de Lima, entre outros. Embarque e desembarque são na Arena Carioca Fernando Torres, no Parque Madureira.

O estudante Giovanni Gabriel Ferreira, de 15 anos, foi um dos primeiros a embarcar. Parte do trajeto, ele já conhecia:

— Mas é diferente com guia, a gente conhece a história.

A iniciativa, chamada de Verão Verde, vai até janeiro de 2022. Serão de quatro a cinco carros todo sábado e domingo. Quem quiser participar basta baixar o aplicativo, que ainda será criado, e marcar seu lugar.

Até o fim deste ano, a ideia é que avance o debate para transformar a frota municipal em modelos mais sustentáveis.

— Ano que vem, queremos que as empresas troquem sua frota — diz Maína, salientando o impacto positivo do modelo ao ambiente e à saúde.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos