Maduro e Petro cogitam reunião em outubro, diz embaixador colombiano na Venezuela

Os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Colômbia, Gustavo Petro, podem ter uma primeira reunião em outubro após restabelecer relações bilaterais depois de três anos de ruptura, disse nesta terça-feira (30) o novo embaixador colombiano em Caracas.

"Estamos planejando para ver se pode ser em outubro", declarou o embaixador Armando Benedetti diante da pergunta de uma jornalista sobre um eventual encontro entre os dois presidentes, depois de se reunir com o titular do Parlamento venezuelano, o governista Jorge Rodríguez.

Benedetti, de 54 anos, chegou à Venezuela no domingo e entregou suas cartas credenciais a Maduro na segunda-feira, retomando formalmente as relações rompidas em 2019, quando o governo do então presidente Iván Duque reconheceu o líder opositor Juan Guaidó como "presidente encarregado" da Venezuela devido aos questionamentos em torno da reeleição de Maduro.

Benedetti e Maduro conversaram sobre "vários temas", entre eles o energético, assinalou o embaixador, sem dar maiores detalhes.

O novo embaixador venezuelano na Colômbia, o ex-chanceler Félix Plasencia, também chegou a Bogotá no domingo.

Ainda não há data para a reabertura das passagens fronteiriças, fechadas parcialmente para veículos em 2015 e completamente em 2019, quando ficaram restritas aos pedestres.

Petro e Maduro manifestaram disposição para "normalizar" a situação na fronteira comum de 2.200 km, assolada pelo contrabando e a ação de grupos armados irregulares.

As trocas comerciais entre Venezuela e Colômbia, que chegaram perto de 7,2 bilhões de dólares em 2008, despencaram e a Câmara Colombiana-Venezuelana de Integração (CAVECOL) trabalha com projeções de 800 milhões a 1,2 bilhão de dólares para este ano.

A agenda bilateral também inclui outro ponto-chave: o tema migratório, pois milhares atravessam por dia a linha divisória e a Colômbia acolhe dois dos mais de seis milhões de venezuelanos que, segundo a ONU, migraram por causa da crise em seu país.

erc-ba/yow/rpr