Mãe de Lázaro pede que ele se entregue à polícia: “Não vai ter jeito para você”

·1 minuto de leitura
Lázaro tem cometido uma série de crimes pelo Centro-Oeste - Foto: Reprodução
Lázaro tem cometido uma série de crimes pelo Centro-Oeste - Foto: Reprodução
  • A mãe de Lázaro Barbosa pediu que o filho entregue-se à polícia

  • Eva Maria relatou o sofrimento da família com os atos praticados pelo filho

  • Ele está foragido há nove dias e tem cometido uma série de crimes

Criminoso mais procurado do Brasil na atualidade, Lázaro Barbosa foi alvo de um apelo da própria mãe para que se entregue. O rapaz está foragido há nove dias, após cometer uma série de crimes no Centro-Oeste do país.

Leia também:

“O que eu te peço, Lázaro, é que se você estiver me ouvindo, ou me vendo, me faça o favor de se entregar. E, para você falar, esclarecer a verdade e as mentiras”, disse Eva Maria de Souza, em entrevista à TV Record.

A mulher relatou o sofrimento da família com os atos cometidos pelo criminoso. Aos 32 anos, Lázaro é procurado desde a semana passada por crimes de assassinato, sequestro, tentativa de homicídio, entre outros.

Lázaro é procurado desde a semana passada - Foto: Reprodução/Polícia Federal
Lázaro é procurado desde a semana passada - Foto: Reprodução/Polícia Federal

“Não vai ter jeito para você. Então, se entregue e esclareça toda a verdade. Ninguém vai te matar, apenas estamos querendo a verdade. É a sua mãe que está falando. A nossa família está sofrendo muito, todo mundo gosta de você. Se entregue, pelo amor de Deus. É a sua mãe que está pedindo”, afirmou a mulher.

Nesta sexta-feira, uma mulher relatou o “pânico” por ter visto o “serial killer do DF” na cidade de Cocalzinho de Goiás. O rápido encontro aconteceu momentos antes de Lázaro dar início a um tiroteio com a polícia.

Foragido há nove dias

Lázaro está foragido desde o último dia 9, quando matou uma família em Ceilândia, no Distrito Federal. Ele é procurado por uma equipe de 200 policiais, já escapou de ser detido em três oportunidades e, no decorrer dos últimos dias, invadiu chácaras, sequestrou pessoas, roubou veículos e feriu policiais e civis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos