Mãe e filha morrem após ficarem presas numa sauna

As duas mulheres ficaram presas dentro da sauna do vizinho [Polícia da República Tcheca]

O que era para ser uma sessão agradável de relaxamento, se transformou numa armadilha mortal para uma mãe e sua filha, que ficaram presas dentro de uma sauna quando a maçaneta da saída quebrou.

As duas mulheres, de 45 e 65 anos de idade, estavam usando a sauna de um vizinho em Jicin (que fica nas proximidades de Praga), República Tcheca em uma noite de sábado, quando a tragédia ocorreu.

Após uma hora e meia, o vizinho ficou preocupado e foi ver se elas estavam bem, mas encontrou as duas mulheres mortas no chão da sauna.

Elas tentaram quebrar a janela de vidro para escapar, mas não conseguiram.

Uma sauna consiste num cômodo fechado, onde as pessoas ficam expostas ao vapor e ao ar quente. Saunas podem ser secas ou úmidas, mas a ideia principal é fazer as pessoas suarem.

É recomendável que mesmo as pessoas mais experientes não fiquem na sauna por mais de 30-45 minutos.

Os paramédicos enunciaram a morte delas, no local. Exames post-mortem serão feitos no decorrer da semana.

Aparentemente, a parte interior da maçaneta quebrou, deixando as mulheres presas na sauna [Polícia da República Tcheca]
Exames serão feitos ainda nessa semana para determinar a causa da morte das duas mulheres [Polícia da República Tcheca]

Iva Kormosova, porta-voz da polícia local, disse em um comunicado: “A mãe e a filha estavam na sauna do vizinho, em seu jardim”.

“Quando o dono percebeu que elas estavam demorando demais para sair, ele foi verificar e as encontrou caídas no chão”.

“A maçaneta da porta da sauna quebrou, deixando as mulheres presas. Elas tentaram quebrar a janela para sair, mas não conseguiram”.

Kate Solomon
Yahoo News UK