Mãe é presa após abandonar filhos vivendo por um ano ao lado do corpo do irmão

·1 min de leitura
Condomínio onde os garotos foram encontrados - Foto: Reprodução/Google Maps
Condomínio onde os garotos foram encontrados - Foto: Reprodução/Google Maps
  • Mãe foi presa após abandonar três filhos vivendo ao lado do irmão morto nos EUA

  • Segundo o mais velho, o corpo do irmão estava no local há cerca de um ano

  • A investigação concluiu que a mãe e o padrasto dos garotos não viviam no apartamento há vários meses 

Uma mulher foi presa após abandonar três de seus filhos vivendo por um ano ao lado do corpo do irmão em um apartamento sem energia elétrica. O episódio aconteceu em Houston, nos Estados Unidos.

A prisão da mulher e de seu namorado foi anunciada nesta quarta-feira (27) pelo xerife local. Segundo a investigação, o casal já não vivia “há meses” no apartamento onde foram encontrados os garotos.

Os irmãos de 15, 10 e 7 anos foram localizados no último domingo (24). As autoridades locais explicaram que o adolescente conseguiu ligar para a polícia e relatar o ocorrido.

O jovem de 15 anos contou que o corpo do irmão, morto aos 8 anos em 2020, “estava no quarto ao lado" do seu. Ele disse, ainda, que “fazia o possível para cuidar dos outros”.

Os irmãos mais jovens foram encontrados desnutridos, apresentando lesões físicas e foram atendidos. Os três estão, agora, sob custódia do serviço de proteção infantil do Texas.

Mãe e padrasto foram localizados e presos

O xerife Ed Gonzalez relatou que a mãe, Gloria Y. Williams, e seu namorado, Brian Coulter, foram localizados na noite de domingo, prestaram depoimento e acabaram soltos. Nesta quarta, porém, foram presos.

O homem de 31 anos foi acusado pela morte do garoto de 8 anos, filho de Gloria, denunciada por maus-tratos a criança por omissão, incapacidade de prover cuidados médicos e supervisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos