Mãe encontra filho de 2 anos morto ao lado de bilhete: “Ele viu o que não devia ver”

·2 minuto de leitura
Criança foi encontrada morta pela mãe - Foto: Kuncoro Widyo Rumpoko/Pacific Press/LightRocket via Getty Images
Criança foi encontrada morta pela mãe - Foto: Kuncoro Widyo Rumpoko/Pacific Press/LightRocket via Getty Images
  • Mulher encontrou o filho morto em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com o Brasil

  • Ao lado da criança, havia um bilhete dizendo que o menino "viu o que não devia ver"

  • Apesar disso, a investigação acredita que a morte foi acidental e causada pelo irmão mais velho

Uma mulher encontrou o filho de apenas dois anos morto na própria casa na noite da última quarta-feira. Ao lado do corpo, havia um bilhete dizendo que a criança “viu o que não devia ver”.

O caso aconteceu em Pedro Juan Caballero, município paraguaio que faz fronteira com a cidade sul-mato-grossense de Ponta Porã, e foi relatado pelo G1.

Leia também:

A misteriosa morte da criança estaria ligada ao sumiço do outro filho da mulher, de 14 anos, que reapareceu somente na manhã desta quinta-feira.

A polícia paraguaia explicou à imprensa que a mãe saiu para trabalhar na manhã de quarta e deixou o filho adolescente cuidando do mais novo.

Bilhete encontrado ao lado da criança - Foto: Reprodução
Bilhete encontrado ao lado da criança - Foto: Reprodução

Quando voltou para casa, ela encontrou o cadáver do caçula ao lado de uma folha de caderno, que tinha uma mensagem escrita em espanhol: “Sinto muito. Seu filho viu o que não devia e estamos com seu filho mais velho”.

Suspeita de morte acidental

A primeira análise do corpo da criança aponta que a morte provavelmente foi ocasionada por asfixia ou sufocamento. Não foram encontradas lesões corporais ou sinais de violência sexual.

Apesar do bilhete, a promotora pública Reinalda Palacios Jara explicou que a principal suspeita da polícia é de que a morte tenha sido acidental, possivelmente em uma brincadeira com o irmão mais velho.

“A hipótese mais forte é de que eles estavam brincando e o menino sufocou acidentalmente", relatou.

O adolescente foi encontrado nesta quinta-feira andando pela cidade. Segundo a investigação, é dele a grafia utilizada no bilhete.

Reinalda explicou que o rapaz está “em choque” e seria ouvido por uma assistente social. Ela apontou que, pela pouca idade dele, ainda não conseguiu “perguntar tudo” sobre o ocorrido.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos