Magalu comprou R$ 193,2 milhões em ações da própria companhia antes de divulgar resultados do 3º tri

·2 min de leitura

RIO — A Magazine Luiza comprou R$ 193,2 milhões em ações da própria companhia no mês de outubro, segundo documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na noite do dia 10 de novembro. A transação foi feita em três etapas, totalizando 13,4 milhões de papéis comprados.

Por volta das 16h30 desta terça-feira, as ações ordinárias da companhia (MGLU3) caíam 9,6%, negociadas a R$ 10,08.

De acordo com o comunicado, a maior movimentação aconteceu em 18 de outubro, onde foram negociadas aproximadamente R$ 86,3 milhões de ações. Após a transação, o saldo final em tesouraria relatado subiu 18%.

Na última quinta-feira, dia 11, a companhia divulgou o balanço do terceiro trimestre deste ano, com redução de 89,5% no lucro em 12 meses. A varejista lucrou R$ 22,6 milhões entre julho e setembro. Há um ano, reportava R$ 215,9 milhões. As lojas físicas tiveram queda de 8% nas vendas entre julho e setembro, nessa mesma comparação.

A companhia atribuiu a performance negativa à “piora dos indicadores macroeconômicos ao longo do trimestre, como o aumento da inflação e da taxa de juros, e também pela forte base de comparação (crescimento 18,3% no 3T20)”.

No dia da divulgação do balanço, as ações da Magalu encerraram o pregão em baixa de 18,32%.

No relatório do trimestre, a diretoria da Magalu apontou que o atual cenário econômico é "turbulento e desafiador" para as empresas de varejo.

"Esse temporal macroeconômico não impediu que nossas vendas totais continuassem a crescer, mesmo sobre uma base de comparação muito elevada, como foi a do período entre julho e setembro de 2020. Mas fez com que nossa rentabilidade, no trimestre, ficasse num patamar abaixo daquele que temos apresentado de forma consistente e recorrente", destaca a companhia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos