Magnata da mídia compra chapéu de Napoleão Bonaparte por R$ 7,9 milhões

·1 min de leitura
O empresário de 38 anos diz que será o único com permissão de vestir o chapéu. Foto: Reprodução da internet.
O empresário de 38 anos diz que será o único com permissão de vestir o chapéu. Foto: Reprodução da internet.
  • O magnata da mídia Bryan Goldberg, de 38 anos, arrematou o chapéu por US$ 1,4 milhão;

  • De acordo com o empresário, o valor foi barato, em comparação a outros itens em leilão;

  • Goldberg afirmou que será o único com permissão para usar o item.

Bryan Goldberg, empresário da mídia e dono do Bustle Digital Group, arrematou um dos diversos chapéus de duas pontas de Napoleão Bonaparte por US$ 1,4 milhão, o equivalente a cerca de R$ 7,9 milhões. De acordo com o empresário de 38 anos, a aquisição foi “incrivelmente barata”.

O magnata fez a afirmação a um jornal norte-americano, após comparar o preço ao de outros itens colecionáveis comprados em leilões.

Leia também:

O item de vestuário foi leiloado na casa de leilões Sotheby’s em setembro, em Paris, na França.

O empresário também disse que será o único com permissão para usar o chapéu, e que não sabe se dará uma festa de coroação, mas que definitivamente terá amigos em casa quando colocar o chapéu.

Solteiro, Goldberg também afirmou que pretende usar o chapéu de Napoleão quando casar, e que terá encontrado a pessoa certa quando a mesma deixar que se use o item na cerimônia.

De acordo com a casa de leilões, o chapéu de duas pontas foi usado pelo imperador durante dez meses em 1807, nas batalhas de Iena, Friedland e Eylaun.

Segundo a Sotheby's, consta que Napolão possuía por volta de 120 chapéus de duas pontas, tornando o item a sua marca registrada.

As informações são do Portal UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos