Maior da América Latina, roda-gigante em SP parece pequena perto das maiores no mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Anunciada como a maior roda-gigante da América Latina, a Roda Rico, de 91 metros, será inaugurada no próximo dia 9 de dezembro no parque Cândido Portinari, ao lado do parque Villa-Lobos, na zona oeste de São Paulo.

Até agora, o recorde latino-americano era da RioStar, no Rio de Janeiro, com 88 metros.

Apesar da imponência, a nova atração paulistana parece pequena em relação a suas similares estrangeiras. As três maiores rodas-gigantes do mundo, High Roller, em Las Vegas, New York Wheel, em Staten Island, e Dubai Eye, nos Emirados Árabes Unidos, têm, respectivamente, 168, 191 e 210 metros.

Comparada a monumentos, a Rico é bem maior que o Cristo Redentor (Rio de Janeiro), com seus 38 metros, e pouco menor que a Estátua da Liberdade (Nova York), com 93 metros, contando seu pedestal.

O nome, Roda Rico, foi anunciado na última terça-feira (22). É uma menção à plataforma de investimentos homônima do grupo XP Inc, que adquiriu os "naming rights" do empreendimento.

"A Rico é uma marca jovem. Queremos alcançar um público cada vez mais amplo e diverso e, por isso, apostamos em um projeto tão grandioso, com potencial de se tornar um dos principais cartões-postais da cidade de São Paulo", diz Lisandro Lopez, diretor de marketing da XP Inc.

Uma volta na Roda Rico terá duração de 25 a 30 minutos. Há 42 cabines, cada uma comportando até dez pessoas, equipadas com ar-condicionado, monitoramento por câmeras, interfones e wi-fi.

Também faz parte da estrutura, com peso total de mais de mil toneladas, segundo os administradores, uma iluminação cenográfica.

A administração da roda-gigante é feita pela empresa São Paulo Big Wheel, que fez a única proposta na concorrência pública aberta pelo Governo do Estado. Ela deve repassar R$ 141 mil ou 10% de seu faturamento bruto com o equipamento --o que for maior-- aos cofres públicos.

Os ingressos, que custam entre R$ 25 e R$ 79, podem ser adquiridos por meio da plataforma Sympla. As entradas estarão disponíveis nas categorias social, meia-entrada e inteira, sendo individuais. Há a possibilidade de reservar a cabine inteira, nas quais também são aceitos animais domésticos de pequeno e médio porte.

O projeto integra o programa Novo Rio Pinheiros, conjunto de ações do Governo do Estado de São Paulo para revitalizar a região.

Outro projeto inaugurada pelo Novo Rio Pinheiros, o Parque Linear Bruno Covas já pode ser utilizado pela população. Considerado o principal projeto urbanístico da gestão do ex-governador João Doria e aposta de legado do então tucano para a capital, o local possui boas atrações, mas acesso difícil, especialmente para quem vai a pé. Até agora, foi inaugurado um trecho de 8,2 km que vai da sede do Pomar Urbano, na avenida Guido Caloi, até a ponte Cidade Jardim.