Maior incêndio ativo dos EUA já altera clima da região

·2 minuto de leitura
In this photo provided by the Bootleg Fire Incident Command, the Bootleg Fire burns at night near Highway 34 in southern Oregon on Thursday, July 15, 2021. Firefighters scrambled Friday to control a raging inferno in southeastern Oregon that's spreading miles a day in windy conditions, one of numerous wildfires across the U.S. West that are straining resources. The Bootleg Fire, the largest wildfire burning in the U.S., has torched more than 377 square miles (976 square kilometers), and crews had little control of it. (Jason Pettigrew/Bootleg Fire Incident Command via AP)
Imagens do incêndio Bootleg. Foto: Jason Pettigrew/Bootleg Fire Incident Command via AP
  • Chamas já devastaram mais de 157 mil hectares no estado de Oregon

  • Fogo começou no início de julho e é combatido por 2 mil bombeiros

  • Queimadas se dão no país por clima seco e falta de chuvas no inverno

O Bootleg, o maior incêndio ativo nos Estados Unidos, está tão grande que está causando sua própria condição climática, segundo informaram autoridades norte-americanas na última terça-feira (20).

O fogo se espalha pelo estado de Oregon, perto da fronteira com a Califórnia, e já devastou uma área de 157 mil hectares, além de destruir 117 construções, matar animais de criação, destruir pastagens e plantações. Ele teve início no começo de julho e está desde então sendo combatido por dois mil bombeiros.

"O fogo é tão grande e gera tanta energia e calor extremo que está mudando as condições climáticas. Normalmente, a situação meteorológica indica o que o fogo vai fazer. Neste caso, o fogo está dizendo o que vai acontecer com o clima", informou Marcus Kauffman, porta-voz do Departamento Florestal do Oregon.

Leia também:

As grandes dimensões do incêndio afetam as condições climáticas da região, o que dificulta o combate às chamas, já que fica mais difícil prever o que acontecerá com o fogo no curto prazo.

Em imagens de satélite desta terça-feira, é possível ver uma coluna de fumaça gigante que se desloca para o norte, até a fronteira com o Canadá, a cerca de mil quilômetros de distância.

Imagem de satélite mostra fumaça do incêndio florestal Bootleg, no Oregon, EUA, 18 de julho. Foto: EFE/EPA/NASA
Imagem de satélite mostra fumaça do incêndio florestal Bootleg, no Oregon, EUA, 18 de julho. Foto: EFE/EPA/NASA

Uma área de montanhas com vegetação da Floresta Nacional de Fremont-Winema está sendo devastada pelo incêndio. Os agentes do Corpo de Bombeiro acreditam não ser possível extinguir o fogo antes do começo de outubro.

As autoridades locais informaram que as chamas já atingiram uma grande parte do estado de Oregon, que é maior que a Grã-Bretanha. Felizmente, não houve tanto impacto para as pessoas, pois se trata de uma área majoritariamente rural, com baixa densidade populacional.

Ainda assim, ao menos 2 mil casas foram evacuadas, enquanto outras 5 mil estão em área de risco. Pelo menos 70 residências foram queimadas, de acordo com a Associated Press.

As proporções do incêndio são tão grandes que seus efeitos podem ser sentidos do outro lado dos Estados Unidos, em Nova York. Na cidade, foi possível observar fumaça encobrindo o céu e dando um tom avermelhado ao sol, nesta terça.

O Bootleg, no entanto, não é o único incêndio de grandes proporções no país. Outros 80 ocorrem em diversas partes do oeste norte-americano, em especial na Califórnia, que sofre um período de seca extrema, após um inverno difícil e quase sem chuvas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos