Covid: Maiores de 30 anos poderão tomar quarta dose a partir desta segunda em SP

Vacinação contra Covid: Na última quarta (20), a cidade iniciou também a vacinação de crianças de 3 e 4 anos com comorbidades - Foto: Mario Tama/Getty Images
Vacinação contra Covid: Na última quarta (20), a cidade iniciou também a vacinação de crianças de 3 e 4 anos com comorbidades - Foto: Mario Tama/Getty Images

Maiores de 30 anos poderão tomar a quarta dose da vacina contra a Covid a partir desta segunda-feira (25) em São Paulo. Segundo a Prefeitura da capital paulista, a imunização estará disponível para pessoas dessa faixa etária que tenham recebido a terceira dose há pelo menos quatro meses.

Até então, apenas adultos com mais de 35 anos estavam sendo vacinados em São Paulo com a quarta dose ou segunda dose adicional. A imunização para esse grupo começou há duas semanas, em 11 de julho. Profissionais de saúde e pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos, além de adolescentes imunossuprimidos, incluindo gestantes e puérperas, também já têm acesso à quarta dose contra a Covid na capital.

A estimativa é que, com a ampliação da faixa etária, outras 514.689 pessoas estejam aptas para essa etapa da vacinação.

— As doses de reforço são essenciais para proporcionar o aumento da quantidade de anticorpos no organismo. Isso reduz a chance de um desfecho mais grave em caso de Covid-19 — afirma o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o público poderá se dirigir a qualquer uma das 470 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da capital, além de três Centros de Saúde (CSs), 17 Serviços de Atenção Especializada (SAEs) e dois megapostos.

Na última quarta (20), a cidade iniciou também a vacinação de crianças de 3 e 4 anos com comorbidades. A imunização desse grupo com a primeira dose contra a Covid começou depois de uma autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Atenção a grupos vulneráveis

Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, a cidade de São Paulo contabiliza ao menos 2.229.805 casos desde o início da pandemia, além de 43.305 óbitos em decorrência da Covid.

Atualmente, a taxa de ocupação de enfermarias na cidade em razão da doença é de 33%, e a de UTIs, de 29%. São índices considerados baixos em comparação ao período de ápice da pandemia, mas a Covid ainda gera preocupação principalmente entre os grupos mais vulneráveis à doença, como idosos e pessoas com comorbidades.

Desde o início da campanha, a cidade já aplicou mais de 34 milhões de doses da vacina contra a Covid.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos