Maioria acha que Bolsonaro mais atrapalha do que ajuda na crise causada pela pandemia, diz Datafolha

Gustavo Schmitt
1 / 4

87734932_Brazil's-President-Jair-Bolsonaro-gestures-while-meeting-supporters

O presidente Jair Bolsonaro

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira mostra que, para mais da metade dos entrevistados (51%), o presidente Jair Bolsonaro mais atrapalha do que ajuda no combate ao coronavírus, enquanto para 40% ele mais ajuda do que atrapalha. O levantamento também indica que a aprovação do Ministério da Saúde é hoje o dobro da avaliação do presidente.

 

Segundo o instituto, a pasta é aprovada por 76% da população, enquanto o presidente recebeu aprovação de 33%. O levantament aponta que governadores e prefeitos também têm taxas de aprovação que superam o presidente. O Datafolha ouviu 1.511 pessoas por telefone entre os dias 1 e 3 de abril.

A aprovação do Ministério da Saúde cresceu 21 pontos, na comparação com pesquisa realizada há duas semanas.

 

Já a aprovação do presidente Bolsonaro oscilou dentro da margem de erro: de 35% para 33%. A avaliação é estável também entre os que consideram o presidente regular: de 26% para 25%. Bolsonaro também viu sua reprovação subir de 33% para 39%.

 

O Datafolha ainda incluiu na pesquisa uma avaliação do Ministério da Economia. Sobre as medidas da equipe de Paulo Guedes para minimizar os impactos da Covid-19 sobre a economia, a maioria dos entrevistados considera o trabalho da pasta bom e ótimo (37%) ou regular (38%). Para 20%, a gestão da economia é ruim ou péssima. A maior aprovação vem de empresários (43%). O pior desempenho, de funcionários públicos (27%).