Maioria da população desaprova reabertura de comércio diante da pandemia

.

BRASÍLIA (Reuters) - A maioria dos brasileiros --52%-- acredita que governadores e prefeitos agem mal ao tomarem medidas de reabertura de comércios e serviços que haviam sido interrompidos para evitar a disseminação da Covid-19, apontou pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira.

Segundo a sondagem, outros 42% responderam considerar que os chefes dos Executivos locais agem bem nas tentativas de retomada das atividades, enquanto 6% não souberam responder.

Já entre o empresariado a situação se inverte e 60% deles dizem concordar com a reabertura. Dentro desse grupo, 35%acreditam que prefeitos e governadores estão agindo mal e 5 por cento não souberam responder.

Cidades como São Paulo ensaiam medidas de afrouxamento das limitações de funcionamento de estabelecimentos comerciais. Enquanto isso, após decisão de autorizar a reabertura de determinados serviços, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), decretou estado de calamidade pública em decreto publicado no Diário Oficial do DF desta segunda-feira.

A pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda também aponta que duas a cada três pessoas acham que a pandemia está piorando no país. Dentre os entrevistados, 65% consideram que pandemia está piorando no Brasil; 28% afirmam que ela está melhorando; 4%responderam que ela não está nem melhorando e nem piorando e outros 3% não souberam responder.

O levantamento também indica uma maioria segundo a qual o país não tomou atitudes necessárias para evitar as mais de 50 mil mortes pela doença. Para 54%, o país não fez o que era necessário para evitar esse número de mortes, contra 23% que acha que fez. Outros 19% responderam que nada que o país fizesse evitaria esse número de óbitos e 5% não souberam responder.

O país é o segundo do mundo com o maior número de casos confirmados da doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, com mais de 1,3 milhão de infecções, e também o segundo com mais mortes, com 57.622 óbitos registrados até domingo. Apenas os Estados Unidos têm mais casos e mortes por Covid-19.

A pesquisa Datafolha realizou entrevistas pelo telefone, devido às exigências de distanciamento social, com 2.016 brasileiros de 16 anos ou mais nos dias 23 e 24 de junho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.



(Reportagem de Maria Carolina Marcello)