Maioria dos nova-iorquinos quer renúncia de governador após denúncia de assédio sexual, diz pesquisa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Governador de Nova York, Andrew Cuomo, faz pronunciamento após acusações de assédio sexual
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

NOVA YORK (Reuters) - Cerca de 59% dos nova-iorquinos acham que o governador de Nova York, Andrew Cuomo, deve renunciar após uma investigação independente apontar que ele apalpou, beijou ou fez comentários sugestivos a 11 mulheres, violando a lei, revelou uma pesquisa do Instituto Marista nesta quarta-feira.

Depois que a procuradora-geral Letitia James revelou as conclusões da investigação na terça-feira, Cuomo disse em vídeo que não tem planos de renunciar e negou ter agido de forma inadequada.

(Por Barbara Goldberg)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos