Mais de 100.000 ucranianos chegaram ao Reino Unido desde início da guerra, diz governo

Refugiados ucranianos caminham em Calais, na França

LONDRES (Reuters) - Mais de 100.000 ucranianos chegaram ao Reino Unido sob dois planos criados para ajudar aqueles que fogem do país após a invasão russa em 24 de fevereiro, disse o governo britânico nesta quinta-feira.

Quase 6,2 milhões de refugiados da Ucrânia foram registrados em toda a Europa até 26 de julho, segundo dados da Organização das Nações Unidas, com mais da metade solicitando esquemas de residência temporária. Só a Polônia registrou mais de 1,2 milhão de ucranianos.

Os planos britânicos, um para aqueles com família já no Reino Unido e outro permitindo que os britânicos ofereçam acomodações para os que fogem da guerra, inicialmente enfrentaram críticas por serem excessivamente burocráticos e deixarem alguns refugiados no limbo por semanas.

O governo disse que o processo agora é totalmente digital e visa processar os pedidos em 48 horas. Também permite que crianças menores de 18 anos solicitem a ida ao Reino Unido sem um dos pais ou responsável, se tiverem prova de consentimento dos pais.

Até 26 de julho, o número de solicitações recebidas pelo Reino Unido sob seus dois esquemas de vistos para ucranianos era 198.200, segundo dados do governo, com um total de 166.200 vistos emitidos. Destes, 104.000 chegaram ao Reino Unido até 25 de julho.

O Reino Unido tem priorizado os vistos para ucranianos, o que causou atrasos no processamento de vistos de trabalho e estudo para muitos candidatos de outros países.

(Reportagem de Sachin Ravikumar)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos