Mais de 180 rebeldes morrem em novas incursões da coalizão árabe no Iêmen

·1 min de leitura
Um combatente pró-governo do Iêmen é fotografado durante combates com os rebeldes Houthis na linha de frente situada ao sul de Marib, o último bastião do governo no norte do país, em 10 de novembro de 2021 (AFP/-)

A coalizão liderada pela Arábia Saudita que intervém militarmente no Iêmen afirmou neste sábado (13) que eliminou 186 rebeldes houthis nas últimas 24 horas em novas incursões nas províncias de Marib e Al Baida.

A coalizão, que oferece assistência ao governo iemenita reconhecido internacionalmente desde 2015, vem informando desde o mês passado, quase diariamente, que infligiu grandes perdas aos rebeldes em ataques aéreos, mas esses relatos não podem ser verificados de maneira independente e os houthis não costumam relatar suas baixas.

A Força Aérea da coalizão apoia as tropas terrestres do governo, que tentam repelir a ofensiva dos houthis para capturar a cidade de Marib, a capital da província de mesmo nome e último bastião leal ao governo no norte do país.

"Dezessete veículos militares foram destruídos e mais de 186 insurgentes foram mortos nas últimas 24 horas em incursões em Sirwa [a oeste da cidade de Marib] e Al Baida", a província vizinha de Marib ao sul, assinalou a coalizão em um comunicado difundido pela agencia de notícias oficial da Arábia Saudita, a SPA.

Desde o início do conflito em 2014, os houthis tomaram gradualmente o controle de grande parte do norte do Iêmen, inclusive a capital Saná, mas não Marib.

bur/csl/vl/mab/me/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos