Mais de 2.500 voos são cancelados nos EUA por ômicron e mau tempo

·1 min de leitura
Passageiro é auxiliado de uma funcionária no check-in do aeroporto internacional em Washington, DC, 27 de dezembro de 2021 (AFP/ROBERTO SCHMIDT)

O transporte aéreo continuou sofrendo interrupções neste sábado (1) nos Estados Unidos, depois que o mau tempo em várias regiões do país se somou às perturbações causadas pelo aumento dos contágios de covid-19, provocado pela variante ômicron.

Até as 18h de Brasília tinham sido cancelados 2.584 voos nos Estados Unidos: mais da metade das cancelamentos em nível mundial, segundo o site FlightAware.

Por outro lado, 3.271 voos domésticos sofreram atrasos neste sábado sábado no país, de um total de 7.381 em todo o planeta.

A companhia aérea americana mais afetada foi a Southwest, que teve que cancelar 13% de seu plano de voo, segundo o FlightAware.

Os aeroportos de Chicago (norte) foram particularmente afetados pelas difíceis condições meteorológicas, e é esperada uma tempestade de neve na região na tarde de noite deste sábado.

A variante do coronavírus ômicron, extremamente contagiosa, continua perturbando o transporte aéreo mundial.

Vários pilotos e membros de pessoal contraíram covid-19 ou estiveram em contato com pessoas infectadas, o que obrigou as companhias a cancelar voos por falta de pessoal.

Cerca de 7.500 voos foram cancelados pelas companhias aéreas no mundo no fim de semana do Natal.

jul/fjb/dl/lda/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos