Mais de 200 investigações da Polícia Civil vão ser retomadas no Rio após STF liberar compartilhamento de dados

Rafael Nascimento de Souza
Draco faz Operação para prender quadrilha de milicianos na Baixada

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar o compartilhamento de dados de órgãos de controle com o Ministério Público (MP), a Polícia Civil do Rio vai retomar mais de 200 investigações que estavam paradas após a decisão do ministro Dias Toffoli, em julho, que havia mandado paralisar as investigações baseadas em informações detalhadas repassadas pela Receita Federal e pelo antigo Coaf, hoje rebatizado de Unidade de Inteligência Financeira (UIF).

As delegacias especializadas que voltarão imediatamente a investigações com relatórios de inteligência financeira são as de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR) e a de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).