Mais de 4.000 migrantes mortos ou desaparecidos a caminho da Espanha

A ONG espanhola Caminando Fronteras registrou mais de quatro mil migrantes mortes ou desaparecidos em viagens marítimas para tentar chegar à Espanha, no último ano. De acordo com o relatório divulgado nesta segunda-feira, o número representa o dobro do de 2020 e é o maior desde o início da série história.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos