Mais de 50 aeronaves da Força Aérea estão no Rio Grande do Sul para exercício de guerra

Mais de 50 aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) estão reunidas no Rio Grande do Sul para um exercício de guerra. Desde segunda-feira, cerca de 800 militares da FAB, Exército Brasileiro (EB) e da Marinha do Brasil (MB) estão participando do Exercício Conjunto Escudo-Tínia (EXCON Escudo-Tínia).

O treinamento militar deve durar até o dia 25 de novembro, nas Bases Aéreas de Canoas e de Santa Maria, além de contar com uma estrutura de defesa antiaérea montada na localidade de Santana da Boa Vista, também no Rio Grande do Sul.

Alguns dos modelos de aeronaves das Aviações de Caça, Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (IVR), Asas Rotativas e Transporte, como o E-99M, os caças F-5M e A-1M, o C-95 Bandeirante, o C-105 Amazonas, o KC-390 Millennnium, o helicóptero H-36 Caracal e até o drone RQ-450 estão sendo utilizados durante o exercício.

— O EXCON Escudo-Tínia 2022 permite adestrar os militares do Ministério da Defesa para atuarem nas diversas situações de conflito, em especial no cenário aéreo e antiaéreo. A BACO e a BASM sediam o exercício, este realizado numa região que tem as condições ideais para o treinamento — afirma o Diretor do exercício, Coronel Aviador Marcelo Zampier Bussmann.