Mais de 50 peças ganham a internet no feriadão, a maioria com ingressos grátis

O Globo
·23 minuto de leitura

Mais de 50 peças on-line integram a programação de teatro nesta semana, entre 26 de março e 1º de abril de 2021. A maior parte das montagens oferece ingressos gratuitos ao público. Destaque para as estreias de "A lua vem da Ásia", com Chico Diaz, e "27's", com direção de Vera Holtz, Gustavo Leme e Guilherme Leme Garcia.

A seguir, confira a programação completa de peças de teatro on-line nesta semana.

PEÇAS DE TEATRO ON-LINE:

Estreia

'27's'

Texto: Daniela Pereira de Carvalho. Direção: Vera Holtz, Gustavo Leme e Guilherme Leme Garcia. Com Gustavo Rodrigues, Tauã de Lorena, Laura Lenzi, Arthur Martau e Sandra Nisseli.

O musical passeia pela biografia de estrelas do rock, numa investigação sobre a lendária coincidência, conhecida mundialmente como Clube dos 27: jovens músicos que lançaram tendências, Jimi Hendrix, Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse e Jim Morrison morreram aos 27 anos.

Serviço: Sáb e qua, às 19h. Dom a ter, às 19h e às 21h. Gratuito, por meio do YouTube. 65 minutos. 18 anos. Até 31 de março.

'Eu, Romeu'

Texto e atuação: Marcos Camelo. Direção: Cecília Viegas.

A tragédia de Shakespeare se mistura à recorrente tragédia dos subúrbios do Rio de Janeiro, onde o CEP de um indivíduo determina os acontecimentos de sua vida.

Serviço: Diariamente, às 19h. Gratuito, com transmissão por meio de link e questionário. 50 minutos. 14 anos. Até 8 de abril.

'MacBeth 2020'

Texto: Rafael Souza-Ribeiro. Direção e atuação: Luis Lobianco.

Figuras do ambiente teatral relatam suas vivências numa espécie de documentário tendencioso e sensacionalista. As referências são os extintos programas de TV dos anos 1980 e 1990 que levavam às últimas consequências temas relacionados ao submundo da madrugada.

Serviço: O espetáculo fica disponível gratuitamente por meio da plataforma Sympla. 40 minutos. 12 anos. Até 30 de maio. Estreia sexta, dia 26, às 21h.

'A melhor versão'

Texto: Julia Spadaccini. Direção: Luis Felipe Sá e Daniel Herz. Com Ana Paula Secco, Armando Babaioff e Michel Blois.

A montagem retrata uma família carioca representativa de uma tradição e moral que atravessa décadas, desde os anos 50 até 2020.

Serviço: O espetáculo está disponível gratuitamente na Plataforma Digital YouTube. 70 minutos. 12 anos. Até 30 de maio.

'Quando as máquinas param'

Texto: Plínio Marcos. Direção: Kiko Rieser. Com André Kirmayr e Larissa Ferrara.

Uma demissão em massa na fábrica em que Zé trabalha como operário afunda sua vida simples ao lado da mulher, ameaçando o casamento dos dois.

Serviço: Seg e ter, às 20h. Gratuito, com transmissões via YouTube. 85 minutos. 14 anos. Até 20 de abril.

'A vida viva'

Texto e direção: Antonio Guedex. Com Bianca Joy Porte.

A saga de Eva, filha de um psiquiatra e cientista que tentou lutar contra a normalização da violência nesse meio, mas acabou sendo morto.

Serviço: A peça, gravada previamente, é disponibilizada no YouTube a partir de segunda-feira (29), às 21h. Gratuito. Livre.

Reestreia

'Édipo Unplugged'

Texto: Sófocles. Direção: João Fonseca e Paula Sandroni. Com a Cia Os Fodidos Privilegiados: Thelmo Fernandes, Rose Abdallah, Roberto Lobo, Ricardo Souzedo, Claudio Tizo, Isley Clare, Alexandre Pinheiro, Paula Sandroni, Nello Marrese, João Fonseca e Filomena Mancuzo.

Édipo, rei de Tebas, descobre fatos terríveis que motivaram o castigo divino, uma peste que assola a cidade. As investigações revelam a Édipo e sua mulher, a rainha Jocasta, a tragédia de que são protagonistas. A montagem celebra 30 anos da Cia Os Fodidos Privilegiados.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, com transmissão no YouTube. 60 minutos. 12 anos. Até 28 de março.

‘A lua vem da Ásia’

Texto: Campos de Carvalho. Direção: Moacir Chaves. Com Chico Diaz.

Adaptação do romance homônimo, a peça apresenta as andanças de um homem por mundos reais e imaginários.

Serviço: Dom, às 18h. A partir de R$ 20, com transmissão no site do Teatro Petra Gold. 80 minutos. Livre. Até 18 de abril.

'Moléstia'

Texto: Herton Gustavo Gratto. Direção: Marcéu Pierrotti. Com Ciro Sales, Camila Moreira, Deborah Figueiredo e Felipe Dutra.

Depois de suspeitar que seu filho foi abusado sexualmente, um casal busca o culpado pelo crime. As acusações apontam para um amigo de longa data.

Serviço: Uma versão previamente gravada do espetáculo é liberada ao público a partir do dia 27 de março. A partir de R$ 10, por meio do Sympla. 50 minutos. 14 anos. Até 27 de junho.

'Rugas'

Texto: Herton Gustavo Gratto. Direção: Amir Haddad. Com Claudiana Cotrim e Vanja Freitas.

Um famosa cientista que estuda o envelhecimento recebe um aviso sobre a saúde debilitada da mãe, que ela não vê há mais de 40 anos.

Serviço: Uma gravação da peça é liberada ao público no YouTube. 65 minutos. Livre. Até 31 de março.

Únicas apresentações

'Apartamento'

Texto: Louise de Lemos. Direção: Ana Brasil. Com Alessandra Barbagallo, Gus Marsoá, Louise de Lemos e outros.

As relações sociais travadas em um prédio com inúmeros apartamentos, em que as interações acontecem somente por meio do vazamento de sons de cada um desses.

Serviço: Dom a qua, às 20h. Gratuito, com transmissão no YouTube. Livre. Até 31 de março.

'Com amor, Vinicius'

Texto: Hugo Sukman e Marcos França. Direção: Ana Paula Abreu. Com Marcos França, Luiza Borges, André Siqueira e Matias Zibecchi.

O musical reproduz um formato de show consagrado por Vinicius de Moraes, numa conversa intimista movida a observações despretensiosas sobre o mundo.

Serviço: Sex, às 21h. Gratuito, com transmissões via YouTube. 80 minutos. Livre. Apresentação única no dia 26 de março.

'Esse homem é meu'

Texto: Jean Cândido Brasileiro. Direção: João Corrêa. Com Fabíola Romano, Fernanda Esteves, Helena Hamam, Jean Cândido Brasileiro e Renata Benicá.

Deolinda, Glorinda e Lucinda são três irmãs solteironas que não perderam as esperanças de encontrar seus respectivos pretendentes.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, com transmissão pelo site da companhia Temprana. 90 minutos. Livre. Até 28 de março.

'Uma frase para minha mãe'

Texto: Christian Prigent. Direção e atuação: Ana Kfouri.

O monólogo aborda reflexões sobre a passagem da vida para a literatura e o nascimento de um escritor.

Serviço: Sáb, às 20h. Gratuito, com transmissão via YouTube. 60 minutos. 12 anos. Apresentação única no dia 27 de março.

'Love, love, love'

Texto: Mike Bartlett. Direção: Eric Lenate. Com Yara de Novaes, Débora Falabella, Alexandre Cioletti, Augusto Madeira e Mateus Monteiro.

De 1967 a 2014, uma família narra a história de sua geração abordando, de maneira crítica, o contexto político e social de sua época.

Serviço: Dom, às 19h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 110 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'Madame N'

Texto: Rafael Raposo. Direção: Daniel Braga. Com Isabel Pacheco.

Madame Natasha é uma vidente que perde seus poderes mediúinicos durante o confinamento.

Serviço: Ter a qui e dom, às 20h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 40 minutos. 12 anos. Até 31 de março.

'Mulheres nascidas de um nome'

Texto: Claudio Hochman. Direção: Claudio Torres Gonzaga. Com Angélica Rodrigues, Ana Terra Blanco, Catarina Saibro e outras.

A montagem com 29 atrizes de diferentes países apresenta uma série de histórias protagonizadas por mulheres.

Serviço: Sex a ter, às 18h. Gratuito, por meio do YouTube. 90 minutos. 16 anos. Até 30 de março.

'Neste mundo louco, nesta noite brilhante'

Texto: Silvia Gomez. Direção: Gabriel Fontes Paiva. Com Débora Falabella e Yara de Novaes.

Enquanto aviões decolam e aterrissam, a vigia de uma rodovia abandonada encontra, jogada no asfalto, uma garota que delira após ser violentada naquela noite estrelada.

Serviço: Sex, às 20h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 90 minutos. 16 anos. Até 27 de março.

'Procópio'

Texto: Carla Faour. Direção: Dani Barros. Com Kadu Garcia e Paulo Giannini.

Dois homens com opiniões divergentes se encontram clandestinamente em um local abandonado, em uma cidade afetada por um decreto que proíbe qualquer manifestação artística.

Serviço: Qui a seg, às 20h. Gratuito, por meio do Sympla. 60 minutos. 14 anos. Até 29 de março.

'Rose'

Texto: Cecília Ripoll. Direção: Vinicius Arneiro. Com Angela Câmara, Joice Marino, Márcio Machado, Natasha Corbelino e Thiago Catarino.

De segunda a sexta-feira, há pouca comida para as crianças da escola municipal. Aos fins de semana, sobras intermináveis são jogadas fora em um apartamento de classe alta. Rose cozinha em mundos radicalmente diferentes

Serviço: Sex, às 21h. Gratuito, com transmissões no YouTube. 12 anos.

Extra

'Aquela Cia de Teatro: 15 anos + 1'

O evento celebra 15 anos da companhia Aquela Cia de Teatro, fundada por Pedro Kosovski e Marco André Nunes, com exibição de peças e debates on-line sobre temas diversos. Seg: "Cara de cavalo". Ter: "Caranguejo overdrive". Qua: Guanabara canibal". Qui: "Chega de saudade!".

Serviço: Seg a qui, às 19h. Gratuito, com transmissões via YouTube. Até 31 de março.

'Dia Mundial do Teatro'

Em celebração ao Dia Mundial do Teatro, o evento libera peças e shows de diversas atrações que fizeram parte de sua programação, do início da pandemia até o momento. 10:00 Dois Pais. Sáb: às 10h, "Dois pais"; às 11h, "Na Casa do Rio Vermelho, o amor de Zélia e Jorge"; ao meio-dia, Marcelo Serrado canta de Wando a Sinatra; ao meio-dia, Pedro Miranda e o Forró da Gávea; às 13h, Laila Garin canta Elis Regina; às 14h, Tacy Campos canta Cássia Eller; às 14h, Osmar Silveira canta Cazuza; às 15h, Baraderos; às 15h, Chico Brown; às 16h, Barbara Sut; às 16h, Duda Brack e Chico Chico; às 17h, Theo e Quel; às 18h, Luciane Dom; às 19h, Pietá; às 20h, Mariana Volker; às 21h, Paralamas do Sucesso.

Serviço: Sáb, a partir das 10h. Gratuito, com vídeos liberados no YouTube. Livre. Apresentações no dia 27 de março.

'Estar em Casa'

O evento transmitido do Teatro São Luiz em Lisboa, celebra o Dia Internacional do Teatro com uma programação de 48 horas ininterruptas. Integram a programação nomes como Adriana Calcanhotto, Moreno Veloso, Luísa Buarque, Luana Carvalho (com Maria Ribeiro e Pedro Sá), Ana Kiffer, Domenico Lancelloti, Tatiana Salem Levy, Antônia Pellegrino, entre outros.

Serviço: Sáb e dom, a partir das 10h. Gratuito, com transmissão no site do evento. A programação completa do evento por ser acessada no site do festival. Livre.

'Festival de Verão do Grupo Tapa'

Em mostra on-line, o Grupo Tapa apresenta peças que são sucesso no repertório da companhia e que se destacaram em temporadas virtuais durante a pandemia. Sáb: "Uma aventura parisiense", de Guy de Maupassant. Dom: "O urso", de Anton Tchecov.

Serviço: Sáb e dom, às 19h. A partir de R$ 20, por meio do Sympla. Livre. Até 28 de março.

'Festlip — Festival Internacional das Artes da Língua Portuguesa'

A 13ª edição do Festlip reúne artistas do Brasil e dos outros oito países que tem o português como língua oficial — Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste — para apresentações on-line ao vivo e gratuitas. Homenageado do evento neste ano, o artista Mário Lúcio abre o festival, no dia 26 de março, às 19h, diretamente de Cabo Verde, com um show ao vivo reunindo canções suas e de seu repertório. A programação completa pode ser acessada no site do festival.

Serviço: Sex, às 19h. Sáb e seg, às 15h, às 17h, às 18h e às 18h30. Dom, às 17h e às 18h30. Ter, às 16h e às 19h. Gratuito, com transmissões por meio do Sympla. Livre. Até 30 de março.

Última semana

'Ana C.'

Texto e atuação: Laura Nielsen. Direção: Laura Nielsen e Thaís Grechi.

A obra da poeta Ana Cristina Cesar (1952-1983), uma das expoentes da literatura marginal, inspira o monólogo.

Serviço: Sáb e dom, às 19h e às 21h. A apresentação é transmitida por meio de um link disponibilizado, 30 minutos antes da sessão, na página do Facebook. 40 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'Arteiro em manifesto'

Texto e atuação: Roberto Rodrigues. Direção: Sérgio Machado.

Mestre Palito é excêntrico, um bufão andarilho e irônico, um reciclador de ideias e objetos.

Serviço: Sex a dom, às 18h e às 20h. Gratuito, por meio do Sympla. 40 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'Blackbird'

Texto: David Harrower. Direção: Bruce Gomlevsky. Com Viviani Rayes, Yashar Zambuzzi e Giovanna Marini.

Em seu local de trabalho, um homem é surpreendido pela visita inesperada de uma jovem. Quinze anos antes, quando ela tinha apenas 12 anos — e ele 41 —, os dois tiveram um relacionamento amoroso. A peça é inspirada num caso real de pedofilia.

Serviço: Sex, às 19h30. Gratuito, com transmissão via Facebook. 80 minutos. 16 anos. Até 27 de março.

'Cartas a uma jovem poeta'

Texto e direção: Marcos França. Com Roberto Frota.

Entre 1949 e 1952, os poetas Carlos Drummond de Andrade e Zuleika Castro Moreira mantiveram uma freqüente troca de cartas que fomentou uma sólida amizade. Os dois se encontraram pessoalmente uma única vez e, na ocasião, não foram além dos cumprimentos de praxe.

Serviço: Sex e sáb, às 21h. Dom, às 18h. A partir de R$ 10, por meio do Sympla. 50 minutos. Livre. Até 11 de abril.

'Cavalos'

Texto: Alexandre Paz, Nina da Costa Reis e Pedro Emanuel. Direção: Nina da Costa Reis. Com Alexandre Paz.

Um homem sozinho em seu quarto reflete sobre si mesmo e busca responder perguntas sobre a masculinidade, por meio da sua relação com seu pai. Temas como encontro, ausência, repressão e afeto surgem no universo criativo entre memórias autorais e ficcionais do ator.

Serviço: Sáb e dom, às 20h. Gratuito, com ingresso no Sympla. 60 minutos. 16 anos. Até 28 de março.

'Constância'

Texto e direção: Joana Marinho. Com Claudia Ribeiro e Joana Marinho.

A peça aborda a perseverança e a luta por sobrevivência de homens negros nos sertões do Brasil.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, por meio do YouTube. 50 minutos. Livre. Até 28 de março.

‘Contrações’

Texto: Mike Bartlett. Tradução: Silvia Gomez. Direção: Grace Passô. Com Débora Falabella e Yara de Novaes.

A gerente de uma corporação usa cláusulas para manipular uma funcionária. A montagem online celebra os 15 anos do Grupo 3 de Teatro.

Serviço: Sex, às 20h. R$ 15, por meio do Sympla. 80 minutos. 14 anos. Até 26 de março.

'Confissões'

Texto: Anna Sant´Ana. Direção: Anja Bittencourt. Com Maira Cibele.

Neste monólogo, a personagem Sílvia fala para quem quiser ouvir cada um dos desrumos que levaram ao fim de seu casamento.

Serviço: Ter, às 20h. Grátis, com ingresso no Sympla. 60 minutos. 12 anos. Até 30 de março.

'De passagem Ou que ano louco 2020'

Texto: Rafael Martins. Direção: Juracy de Oliveira. Com Marisa Bezerra, Raquel Parras e Walmick de Holanda.

Ela e Ele, corpos que falam, trocam sensações e confidências em uma sala virtual, tentam achar o sentido da própria existência. O texto é liveremente inspirado em "Esperando Godot", de Samuel Beckett.

Serviço: Qui, sex e dom, às 20h20. Sáb, às 16h20 e às 20h20. Gratuito, por meio do YouTube. 40 minutos. Livre. Até 1º de abril.

'Diário de um Louco'

Texto: Nikolai Gogol. Adaptação e direção: Elias Andreato. Com Rainer Cadete.

Adaptado do conto homônimo de Nikolai Gogol, a peça ganha nova montagem com Rainer Cadete interpretando um funcionário público atormentado.

Serviço: Sex a dom, às 20h. R$ 20, através do Sympla. 45 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'Diva'

Texto: Guilherme Siman. Direção: Isaac Bernart. Com Mnonique Houat, Izak Dahora e Gabriel Vaz.

Uma atriz consagrada por trabalhos de comédia vê no papel perturbador de uma assassina a oportunidade de dar uma virada em sua carreira.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, com transmissão no YouTube. 35 minutos. Livre. Até 28 de março.

‘O ensaio invisível’

Texto e direção: Samanta Precioso. Com Morgana Sales, Fábio Teixeira, Carla Zanini, Fernanda Faria e outros.

O espetáculo do Coletivo de Teatro Off Off Broadway, que instiga a participação do público, acompanha os encontros clandestinos de amigos num futuro distópico marcado por caos e rupturas.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 40 minutos. 16 anos. Até 28 de dmarço.

'O espigão'

Texto: Gabriel Morais. Direção: Natasha Corbelino. Com Gabriel Morais e Mariah Miguel.

Um irmão e uma irmã se apaixonam pela mesma mulher. Após mais de uma década de mágoas, eles finalmente conversam, preenchendo lacunas e lançando novos olhares sobre a história.

Serviço: Qui a sáb, às 20h. Dom, às 19h. Gratuito, por meio do Sympla. 55 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'O jogo'

Texto: Mariela Romero. Direção: Rafaela Amado. Com Geovana Metzger e Milah Coutinho.

Duas mulheres criam jogos de submissão e poder enquanto esperam por um homem misterioso que as domina.

Serviço: Sex e sáb, às 20h. R$ 10, com transmissões no Sympla. 50 minutos. 16 anos. Até 28 de março.

'Luas de Júpiter'

Texto: Jô Bilac e Geandra Nobre. Direção: Luis Antônio Fortes. Com Juliane Bodini.

Um extraterrestre chega à Terra em 2021 incumbido da missão de exterminar a população. No entanto, ao descer de sua nave espacial e vivenciar a memória afetiva humana através da música e outras sensações, ele entra em confronto consigo mesmo e passa a se questionar se deve realizar a missão.

Serviço: Sex a dom, às 19h. Gratuito, com transmissão por meio do YouTube. 50 minutos. Livre. Até 28 de março.

'Mãe-de-ninguém'

Texto: Pâmela Côto. Direção: Joana Lerner, Pâmela Côto e Rafaela AmoDeo. Com Joana Lerner.

Livremente inspirado no livro "Mães arrependidas", de Orna Donath, estudo que tem como base entrevistas realizadas com mulheres israelenses de diversas idades, que reconheceram o arrependimento de terem se tornado mães.

Serviço: Sáb e dom, às 11h. Seg, às 20h. A partir de R$ 10, por meio do Sympla. 16 anos. Até 29 de março.

'Maria!'

Texto: Antônio Maria. Direção: Inez Viana. Com Claudio Mendes e Maria Clara Valle.

O espetáculo biográfico acompanha um dia na vida do cronista e compositor Antônio Maria, um ícone do Rio de Janeiro nos chamados Anos Dourados.

Serviço: Sáb, às 20h. Gratuito, com transmissão no Instagram. 55 minutos. Livre. Até 27 de março.

'Maternagem'

Texto: André Fusko. Direção e atuação: Amanda Acosta.

As histórias de quatro mulheres e suas relações com a aventura de ser mãe.

Serviço: Qua, às 20h. Gratuito. A transmissão acontece por meio das redes sociais do Teatro Morumbi. 60 minutos. 14 anos. Até 31 de março.

'Minhas queridas'

Texto e direção: Stella Tobar. Com Marilene Grama e Simone Evaristo.

O espetáculo reúne trechos das cartas íntimas escritas por Clarice Lispector para as irmãs Elisa e Tânia, durante os 15 anos em que viveu no exterior, acompanhando o marido em missão diplomática.

Serviço: Sex, às 20h. Sáb e dom, às 19h. Gratuito, por meio do canal no YouTube. 70 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'As palavras da nossa casa'

Texto: Adriana Câmara e Glau Gurgel. Direção: Adriana Câmara. Com Adriana Câmara, Gizelle Menon, Glau Gurgel.

Durante a pandemia, uma cantora famosa reencontra sua filha e seu genro através de um aplicativo de videoconferência. O espetáculo é inspirado livremente em obras de Ingmar Bergman.

Serviço: Sex, às 14h30 e às 19h30. Sáb, às 16h e às 20h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 90 minutos. 14 anos. Até 27 de março.

'Parabéns, senhor presidente'

Texto: Fernando Duarte e Rita Elmôr. Direção: Fernando Philbert. Com Danielle Winits e Christine Fernandes.

A comédia biográfica transporta a plateia para o ano de 1962 ao contar a história de Marilyn Monroe e Maria Callas, dois dos maiores mitos da feminilidade do século XX.

Serviço: Sáb, às 18h e as 21h30. Dom, às 20h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 60 minutos. 12 anos. Até 28 de março.

'Quando a gente ama'

Texto e direção: João Batista. Com Cris Vianna, Rodrigo França, Vilma Melo e outros.

O musical canta os altos e baixos do amor a partir do repertório do sambista Arlindo Cruz.

Serviço: Sáb e dom, às 20h. Gratuito, com transmissão via YouTube. 90 minutos. 14 anos. Até 28 de março.

'Que mundo deixaremos para Keith?'

Texto: Sergio Medeiros, Leonardo Corajo e Eduardo Nunes. Direção: Denise Stutz. Com Sergio Medeiros e Leonardo Corajo

Inspirado na longevidade do guitarrista Keith Richards, a peça reflete sobre a humanidade e a empatia.

Serviço: Dom a qua, às 2h. Grátis, com reserva de ingresso através do Sympla. Até 31 de março.

'Revolução na América do Sul'

Texto: Augusto Boal. Direção: Wellington Fagner. Com Cássio Duque, Junior Melo, Letícia Ambrósio, Levi Duarte, Nathalia Cantarino e Ritiele Reis.

O texto mais importante de Augusto Boal apresenta o operário José da Silva, um representante do povo, à procura de uma solução para a fome que o devora. Este trabalhador mergulha em uma viagem nas contradições de um Brasil injusto.

Serviço: Sex a seg, às 18h e às 21h. A partir de R$ 20, por meio do Sympla. Livre. Até 29 de março.

'Ricardo III — Um homem do seu tempo'

Texto: Alexandre Gomes. Direção: Wellington Fagner. Com Alexandre Gomes.

Releitura de "Ricardo III", de Shakespeare, a peça transita entre os séculos XV e XXI, sugerindo que o espírito do Rei Ricardo III ainda esteja vivo.

Serviço: Ter e qua, às 19h e às 21h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 60 minutos. 12 anos. Até 31 de março.

'Se não agora, quando?'

Texto: Marcélli Oliveira. Direção: Leonardo Hinckel. Com Marcélli Oliveira.

Uma mulher decidida a se matar. Da janela do seu apartamento ela acompanha diariamente a vida dos vizinhos do prédio da frente. Como nada do que planejou para sua vida deu certo, ela se alimenta do que acontece com eles.

Serviço: Sex e sáb, as 20h. Dom, às 19h. Gratuito, por meio do Sympla. 60 minutos. 16 anos. Até 28 de março.

'Sexo, champanhe e tchau'

Texto: Mônica Montone. Direção: Juliana Betti. Com Ana Cecília Mamede e Jordana Korich

Jezebel é uma escritora de quase trinta anos que vive uma desilusão amorosa e tenta se adaptar à vida adulta, repleta de responsabilidades e contas a pagar.

Serviço: Qua, às 17h. Gratuito, por meio do Sympla. 60 minutos. 16 anos. Até 31 de março.

'Sós: ao cair de mim morrerei vivendo'

Texto e direção: Beatriz Belintani. Com Beatriz Belintani, Lilian Alves, Oliver Olívia, Rodrigo Odone.

Três personagens se encontram presos numa sala de videoconferência, não podendo sair dela e nem de suas casas, como que em um sequestro virtual.

Serviço: Qua, sab e dom, às 21h. Gratuito, com transmissões por meio do Sympla. 60 minutos. Livre. Até 31 de março.

'Tormeto'

Texto e direção: Eucir de Souza. Com Fernanda Viacava, Marcio Mariante e Rosana Stavis.

Duas mulheres e um homem estão forçosamente condenados e conectados — além de nunes e abandonados — a uma reunião on-line.

Serviço: Sex a seg, às 21h. Gratuito, por meio do Sympla. 40 minutos. 18 anos. Até 29 de março.

Continuação

'A árvore'

Texto: Sílvia Gomez. Direção: Ester Laccava. Com Alessandra Negrini.

Há alguns meses, M. vem enfrentando um estranho e inexplicável processo de metamorfose ao ver seu corpo transformar-se em uma estrutura vegetal.

Serviço: Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. A partir de R$ 30, por meio do site Tudus. 70 minutos. 14 anos. Até 18 de abril.

'Anjos'

Texto e direção: Oscar Calixto. Com Marcus Anoli e Sabrina Fortes.

Um casal vive uma séria crise no relacionamento. A última discussão entre marido e mulher culmina na busca pela razão e pela verdade de cada um.

Serviço: Qui, às 20h. R$ 20, por meio do site do espetáculo — 98129-8787 (informações). 14 anos. Até 18 de abril.

'De quebra'

Texto e atuação: Thaís Campos. Direção: Vera Lamy.

Uma jovem escritora que está finalizando o seu primeiro romance. A personagem vive essa experiência trancada em sua casa durante uma pandemia.

Serviço: Qua a sex, às 20h. Gratuito, com transmissão por meio do Sympla. 60 minutos. 16 anos. Até 2 de abril.

'Dois Mundos (Lado B)'

Com dramaturgia e direção de Felipe Vidal - do elogiado “Cabeça (um documentário cênico)” _ o projeto iniciou sua trajetória em julho de 2020 com a exibição via streaming e ao vivo dos episódios criados a partir do LADO A, álbum do Legião Urbana.

Serviço: Sex e sáb, às 21h30. Gratuito, através do Sympla. 25 minutos. 14 anos. Até 4 de abril.

'Dora'

Texto, direção e atuação: Sara Antunes.

Maria Auxiliadora Lara Barcelos, a Dora, tinha 23 anos quando entrou na luta armada contra a ditadura militar. Foi presa, torturada, exilada e suicidou-se na Alemanha em 1976, aos 31 anos.

Serviço: Sáb e dom, às 20h. Gratuito, por meio do Sympla. 40 minutos. 16 anos. Até 4 de abril.

'Eu, Moby Dick'

Texto: Pedro Kosovski, a partir da obra-prima de Herman Melville. Direção: Renato Rocha. Com Gabriel Salabert, Kelzy Ecard, Márcio Vito e Noemia Oliveira.

Versão cênica para o romance de Herman Melville (1819-1891), a peça apresenta os confrontos pessoais de baleeiros que perseguem um cachalote branco: numa plataforma inspirada num universo de destroços, são projetados medos, reflexões, anseios e ambições dos personagens.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, por meio do YouTube. 80 minutos. 14 anos. Até 4 de abril. Excepcionalmente entre os dias 26 e 28 de março, a peça será transmitida às 18h.

'Os fins do sono'

Texto: Luis Felipe Labaki. Direção: Francisco Turbiani. Com Juliana Valente, Marô Zamaro e Pedro Massuela.

Uma cadeia de satélites em fase experimental passa a refletir a luz solar ininterruptamente sobre uma grande cidade, instaurando o fim da noite. A peça é inspirada no livro "24/7 – Capitalismo tardio e os fins do sono", de Jonathan Crary.

Serviço: Sex a dom, às 20h. Gratuito, por meio do Sympla. 55 minutos. 12 anos. Até 9 de abril.

'Fragilidade, teu nome é mulher?'

Texto: Thiane Lavrador e Júlia Mariano. Direção: Izabel Hart. Com Thiane Lavrador e Júlia Mariano.

Com sessões para seis pessoas, a peça em videochamada do WhatsApp se inspira em textos de Shakespeare para compor um jogo entre a realidade e a criação.

Serviço: Sex e sáb, às 18h, às 19h, às 20h e às 21h. Gratuito, por meio do Sympla. 30 minutos. 14 anos. Até 16 de abril. Não haverá sessão no dia 27 de março.

'As mariposas'

Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García-Vázquez. Direção: Rodolfo García Vázquez. Com a companhia Os Satyros.

No ano de 2121, um grande desastre ecológico destrói o planeta. Não existem mais florestas, e a maioria das espécies foi dizimada. A água é escassa, não chove e o ar é muito pesado.

Serviço: Qui a sáb, às 21h. Dom, às 18h. A partir de R$ 10, por meio do Sympla. 90 minutos. 18 anos. Ate 25 de abril.

'O peso do pássaro morto'

Texto: Aline Bei. Direção: Nelson Baskerville. Com Helena Cerello.

Adaptação do livro "O peso do pássaro morto", de Aline Bei. A história trata da vida de uma mulher dos 8 aos 52 anos, desde as singelezas cotidianas até as tragédias que persistem, uma geração após a outra.

Serviço: Sáb e dom, às 16h. A partir de R$ 20, por meio do Sympla. Livre. 60 minutos. Até 18 de abril.

'Race'

Texto: David Mamet. Direção: Gustavo Paso. Com Gustavo Falcão, Indira Nascimento, Luciano Quirino e Marcos Breda.

Os bastidores da construção da defesa de um homem branco acusado de estuprar uma mulher adulta e negra.

Serviço: Qua a dom, às 20h. A partir de R$ 10, com transmissão por meio do Sympla. 75 minutos. Livre. Até 11 de abril.

'Van Gogh'

Texto: Elias Andreato e Marcia Abujamra. Direção: Marcia Abujamra. Com Elias Andreato.

O universo violento do pintor Van Gogh, que, aos 37 anos, se suicidou após uma vida de repetidas negações: negação do reconhecimento como artista, negação do amor e do convívio social.

Serviço: Sáb e dom, às 19h. Gratuito, com transmissão por meio do Zoom. 45 minutos. Livre. Até 4 de abril.