Mais de 50 raias e tubarões são encontrados mortos em praia de Peruíbe (SP)

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Mais de 50 raias, três tubarões-martelo e uma mobula foram encontrados mortos em trecho de vegetação na praia de Tanigwá, em Peruíbe, no litoral de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (23).

O Instituto Biopesca informou em suas redes sociais que foi acionado pela prefeitura para ir ao local e recolher as carcaças, que apresentavam marcas de interação com rede de pesca.

Segundo o biólogo Italo Bini, do Instituto Biopesca, a maioria das raias pertence à espécie Rhinoptera bonasus (raia ticonha) e algumas tiveram o seu ferrão cortado. As marcas sugerem que o corte foi feito com algum tipo de lâmina.

"Muito provavelmente, esses animais foram capturados por redes de pesca de arrasto, que têm como espécie alvo o camarão", disse Rodrigo Valle, coordenador geral do instituto, na publicação nas redes sociais.

Segundo Valle, a pesca de arrasto é autorizada, mas desde que executada como técnica artesanal —sem que as redes sejam movidas por motores, por exemplo.

As carcaças foram encaminhadas para análise, e o instituto deve elaborar um relatório técnico sobre o caso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos