Mais de 500 mil vacinas contra Covid são descartadas no RS

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Mais de meio milhão de doses de vacinas contra a Covid foram descartadas nos últimos dias no Rio Grande do Sul. De acordo com a Secretaria da Saúde do estado, as 513 mil doses do imunizante da Astrazeneca foram enviadas pelo Ministério da Saúde no ano passado, na gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), já próximas do vencimento.

Segundo a secretaria, as doses foram recebidas em 1º de julho de 2022, com validade prevista para o dia 3 do mês seguinte. O lote já havia passado por revalidação em maio, quando o vencimento foi prorrogado para agosto.

Dados da pasta apontam que apenas 57,5% da população vacinável do estado (6,2 milhões de um total de 10,9 milhões de pessoas) possui esquema de imunização completo contra a Covid.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vacinas foram entregues após "pactuação com os estados e o Distrito Federal, conforme capacidade de recebimento e acordo de logística reversa, para o caso de doses não utilizadas em tempo hábil segundo os lotes entregues", conforme nota enviada à reportagem.

No acordo de logística reversa, diz a secretaria, o governo federal se comprometeu a recolher eventuais doses em estoque fora do prazo de validade.

Metade do lote, porém, já havia sido enviada para o interior do estado e teve que ser recolhida para que fosse centralizado o descarte. No último dia 10, o Ministério da Saúde apanhou essas doses.

A outra metade será descartada pela própria pasta, o que deve ocorrer no próximo dia 18. No estado, esse procedimento é feito por uma empresa com a utilização de autoclave, como é conhecida a máquina de esterilização de produtos e equipamentos. Na sequência o material é encaminhado para aterro.