Mais de 500kg de cocaína são encontrados na Suíça em contêiner de café enviado do Brasil para a Nespresso

Contêiner com sacas de café durante descarregamento em unidade da Nespresso em Romont, na Suíça

ZURIQUE (Reuters) - Mais de 500 quilos de cocaína avaliados em mais de 50 milhões de dólares foram encontrados em um contêiner com sacas de café destinadas a uma fábrica da Nespresso em Romont, no oeste da Suíça, informou a polícia local nesta quinta-feira.

A polícia foi informada na segunda-feira à noite pela Nespresso, da Nestlé, que funcionários tinham encontrado uma substância branca enquanto descarregavam as sacas de café que tinham acabado de chegar do Brasil, disse a polícia em comunicado. As análises mostraram que a substância era cocaína.

"A substância em questão não entrou em contato com nenhum de nossos produtos ou equipamentos de produção usados para fabricar nossos produtos", disse a Nespresso em comunicado por e-mail.

"Como uma investigação policial está em andamento, não podemos compartilhar mais detalhes. Queremos assegurar aos consumidores que todos os nossos produtos são seguros para consumo", disse o fabricante de cápsulas de café expresso.

(Reportagem de Silke Koltrowitz e Emma Farge)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos