Mais de 80 entidades defenderam publicamente o sistema eleitoral após fala golpista de Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Ao menos 83 entidades e instituições se manifestaram publicamente em defesa do sistema eleitoral brasileiro após a fala golpista de Jair Bolsonaro durante reunião com embaixadores, segundo um levantamento do TSE.

Entre os que endossaram a confiança na Justiça Eleitoral, estão OAB, TCU, Comissão Arns e grupos formados por juristas e acadêmicos, incluindo movimentos de universidades. Também se posicionaram associações de magistrados e subprocuradores-gerais da República.

Em comum, repudiaram os ataques proferidos por Bolsonaro e ressaltaram a credibilidade do sistema de votação e a segurança das eleições. O discurso do presidente suscitou reações mesmo entre embaixadores e motivou encaminhamento de denúncias.

Enquanto Bolsonaro dissemina inverdades, uma auditoria do TCU confirmou: não há riscos às eleições no Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos