Mais cinco pessoas morrem por causa das chuvas em MG

·3 min de leitura

CONSELHEIRO LAFAIETE, MG (FOLHAPRESS) - Minas Gerais segue sofrendo com as fortes chuvas que atingem o estado. Mais cinco mortes foram registradas pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil no boletim desta quarta-feira (12).

Ao todo, 24 pessoas morreram desde o início do período chuvoso, em 1º de outubro de 2021, sendo que 18 óbitos aconteceram já em 2022

O número de mortes atual já é maior que em todo o último período chuvoso. Entre 1º de outubro de 2020 e 31 de março de 2021 foram registrados 22 óbitos, de acordo com a Defesa Civil do estado.

As dez mortes decorrentes da tragédia de Capitólio, quando uma rocha se desprendeu e atingiu lanchas que passeavam pela região, não serão computadas no balanço das chuvas até o fim das investigações. Os técnicos ainda não sabem se a tempestade de fato contribuiu para tragédia.

As cinco vítimas registradas pela Defesa Civil no boletim mais recente são das cidades de Ouro Preto e Santana do Riacho (na região central do estado), Perdigão (oeste de Minas Gerais), e Contagem (na região metropolitana de Belo Horizonte).

Em Ouro Preto, duas casas desabaram no sábado (8). No momento do acidente, um homem de 55 anos estava dormindo em um dos imóveis atingidos e foi soterrado. Após três dias de busca, os bombeiros encontraram o corpo da vítima.

Na cidade de Santana do Riacho, a cerca de 130 Km de Belo Horizonte, escaladores foram atingidos por um raio no Morro da Pedreira, na região da Serra do Cipó. Um homem morreu no local e uma mulher foi encaminhada com queimaduras para o hospital Risoleta Neves, na capital mineira.

Em Contagem, segundo os bombeiros, um muro cedeu e atingiu o galpão onde um homem trabalhava, causando a sua morte. Segundo pessoas da região, ventava muito forte na hora do acidente.

No município de Perdigão, a cerca de 150 Km de Belo Horizonte, uma mulher de 55 anos e outra de 79 morreram após o carro em que elas estavam ser arrastado para o fundo de um córrego na região. Segundo o Corpo de Bombeiros, foi necessário esperar que o volume da água e a força da correnteza diminuíssem para resgatar os corpos das vítimas.

Hoje, Minas Gerais tem 341 cidades em situação de emergência em decorrência das chuvas. O número de pessoas desabrigadas é de 3.992 e os desalojados são 24.610, de acordo com a Defesa Civil do estado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, até 7h30 desta quarta-feira (12), 139 rodovias federais e estaduais em Minas possuíam algum tipo de interdição. O número de vias parcialmente obstruídas no estado é de 96, enquanto 43 rodovias têm trechos completamente fechados.

Mortes no período chuvoso em MG

Uberaba: 1

Coronel Fabriciano: 1

Nova Serrana: 1

Engenheiro Caldas: 1

Pescador: 1

Montes Claros: 1

Betim: 1

Belo Horizonte: 1

Dores de Guanhães: 2

São Gonçalo do Rio Abaixo: 1

Ervália: 1

Caratinga: 2

Brumadinho: 5

Ouro Preto: 1

Perdigão: 2

Santana do Riacho: 1

Contagem: 1

Fonte: Coordenadoria Estadual de Defesa Civil

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos