Mais da metade da população acha governo Bolsonaro ruim ou péssimo, diz pesquisa XP/Ipespe

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Bolsonaro visiting the leaning tower on the marvellous miracle square in Pisa, Italy, on November 2, 2021. The president of Brazil Jair Bolsonaro after being in Pistoia to visit the monument commemorating the Brazilian soldiers who fell for the Liberation of Italy in the Second World War decided to have a quick tour of the miracle square in Pisa, where his presidential aeroplane landed.   (Photo by Enrico Mattia Del Punta/NurPhoto via Getty Images)
Governo do oresidente Jair Bolsonaro tem avaliação negativa desde junho, com mais de 50% de reprovação (Foto: Enrico Mattia Del Punta/NurPhoto via Getty Images)
  • Governo Bolsonaro é avaliado como ruim ou péssimo por 54% das pessoas, aponta pesquisa XP/Ipespe

  • Desde junho, mais da metade da população reprova o governo de Jair Bolsonaro

  • Presidente da República aparece em segundo lugar nas intenções de voto e perderia para Lula no segundo turno

A reprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está em 54%, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), financiada pela XP. Os resultados da pesquisa foram divulgados pelo portal Metrópoles.

A pesquisa ouviu mil pessoas entre os dias 25 e 28 de outubro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

Em setembro, o índice de ruim/péssimo do governo Bolsonaro era de 55%, mostrando manutenção dentro da margem de erro. Desde junho, a pesquisa aponta para uma rejeição de Bolsonaro acima dos 50%.

Eleições presidenciais em 2022

Em relação às eleições presidenciais de 2022, a pesquisa apresentou dois cenários diferentes, um com o ex-juiz Sergio Moro e com Eduardo Leite (PSDB) e outro sem Moro e com João Doria (PSDB). Os tucanos disputam a vaga para concorrer à presidência pelo PSDB. Nos dois casos, o ex-presidente Lula (PT) aparece em primeiro lugar

Moro ainda está sem partido, mas, na última terça-feira (2), anunciou que o evento de filiação ao Podemos acontecerá no dia 10 de novembro.

Cenário 1:

  • Lula: 42%

  • Jair Bolsonaro: 28%

  • Ciro Gomes: 11%

  • João Doria: 4%

  • Luiz Henrique Mandetta: 3%

  • Rodrigo Pacheco: 2%

  • Branco/nulo: 8%

  • Não sabem/não responderam: 2%

Cenário 2:

  • Lula: 41%

  • Jair Bolsonaro: 25%

  • Ciro Gomes: 9%

  • Sergio Moro: 8%

  • Luiz Henrique Mandetta: 3%

  • Datena: 3%

  • Eduardo Leite: 3%

  • Rodrigo Pacheco: 2%

  • Simone Tebet: 1%

  • Alessandro Vieira: 9%

  • Branco/nulo: 3%

  • Não sabem/não responderam: 2%

Em um possível segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista venceria, com 50%, enquanto o atual presidente teria 32%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos