Mais da metade dos municípios do Brasil já foi atingida pela Covid-19

Foto: REUTERS/Pilar Olivares

Mais da metade dos municípios brasileiros já foi atingida pela Covid-19. O número é da plataforma Brasil.io, que realiza um levantamento colaborativo sobre a doença a partir de dados produzidos pelas secretarias municipais.

Ao todo, 2.869 prefeituras do Brasil registraram pelo menos um caso do novo coronavírus em seu território, o que equivale a 52% do total de municípios. Na soma, 184 milhões de pessoas — ou 88% da população brasileira — vivem nessas cidades.

Além disso, 973 municípios já confirmaram pelo menos um óbito por Covid-19. O número representa 34% dos municípios do país.

Nesta segunda-feira, o portal registrava 162.563 casos confirmados em todo o Brasil. Os principais focos continuam sendo São Paulo, Fortaleza, Rio de Janeiro, Manaus e Recife. Juntas, essas cidades correspondem a 40% dos casos confirmados de Covid-19 no Brasil.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

A plataforma também informa o percentual de municípios afetados em cada unidade federativa. A taxa está acima de 90% em seis estados: Amapá (todos os 16 municípios foram atingidos); Roraima (14 de 15 municípios foram atingidos); Ceará (171 de 184 municípios foram atingidos); Rio de Janeiro (85 de 92 municípios foram atingidos); Pará (132 de 144 municípios foram atingidos); e Amazonas (56 de 62 municípios foram atingidos).

Na outra ponta da tabela, Goiás apresenta a menor taxa de confirmação por município, de 28%. Em seguida vêm os estados de Minas Gerais, com 29%, Mato Grosso, com 31%, e Tocantins, com 33%.

O alto número de municípios atingidos no Rio de Janeiro acende um alerta. O estado apresenta a maior taxa do Sudeste, região mais acometida pela crise em todo o país. Em comparação, em São Paulo, estado com mais casos confirmados, esse número é de 64%.

Para especialistas, esse processo precisa ser mitigado não só com medidas rígidas de confinamento, mas também com um planejamento regionalizado da rede de saúde para atender pacientes de lugares que, muitas vezes, não têm UTIs ou sequer hospital.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.